Geral
Anônimo

Anônimo

É tudo culpa da cinetose.

Cinetose é conhecida como "enjoo de movimento" e acontece com algumas pessoas quando estão dentro de algum meio de transporte, seja ônibus, avião, carro, barco, metrô...

É a consequência (muitas vezes, hereditária) de uma perturbação no sistema vestibular, que fica dentro dos nossos ouvidos, e é responsável pelo equilíbrio. Ele identifica informações contraditórias em nossos sentidos e avisa ao nosso corpo que tem algo errado.

O que acontece é o seguinte: quando estamos sentados num carro, por exemplo, nossos cérebros identificam que estamos parados, entretanto, o ambiente está se movimentando. Isso causa uma confusão danada no cérebro, que não entende como podemos estar parados e nos movimentando ao mesmo tempo.

Algo parecido acontece quando estamos no cinema. Nosso corpo todo está em repouso, mas nossos olhos se agitam junto com as cenas do filme - diferente do que acontece quando caminhamos. Como fazemos isso intencionalmente, nosso cérebro consegue interpretar as informações dadas pelos nossos sentidos e entender que está tudo nos conformes.

Olhar para a paisagem em movimento ajuda o cérebro a entender que você está, sim, se movimentando. Por isso que é fácil sentir enjoo quando estamos lendo um livro dentro do ônibus. Quando o corpo e os olhos estão em um ponto fixo, o cérebro não entende qual a necessidade de tanto movimento assim.

Ryan Gosling agrega valor a esse post.

Existem outros jeitos de amenizar esses enjoos. Não ler durante as viagens, não sentar de costas para a direção que o veículo se locomove e ficar perto da janela (aberta, se possível) são três deles.

Mulheres estão mais propensas a sentir esses enjoos. Então, quando vier algum engraçadinho perguntar se você está grávida, dê um corte nele falando que você tem vestibulopatia temporária e isso se agrava quando alguém faz pergunta idiota. Hehe.

Para saber de verdade se você possui cinetose, é bom fazer uma visitinha ao médico.

Mas não é qualquer médico, tem que ser no otorrinolaringologista (a especialidade médica com o nome mais legal de todos).

Instagram

Não importa que tipo de viagem faça, viajar é sempre muito bom, mas uma pesquisa mundial encomendada pela Booking.com que só de planejar uma viagem já traz felicidade instantânea.

O bem emocional que uma viagem proporciona permeia cada etapa da aventura, do planejamento até fazer as reservas e, de fato, sair de férias. E é a etapa do planejamento que traz a felicidade imediata, com quase três quartos das pessoas (72%) dizendo que sentem prazer em simplesmente pesquisar para onde ir nas férias. Mais da metade (56%) concorda que o pico da felicidade é no momento de reservar as férias, reforçando a importância da confirmação na hora ao escolher um lugar ideal para ficar.

A pesquisa, que ouviu 17.000 pessoas de 17 países, revelou que, para a maioria, as experiências de viagem proporcionam uma felicidade mais duradoura do que bens materiais (70%). O que explica o motivo pelo qual a maior parte das pessoas (56%) prioriza viagens de férias a bens como roupas, joias e eletrônicos, enquanto quase metade (48%) acha que viajar é mais importante do que reformas e melhorias na casa.

s dados desta nova pesquisa da Booking.com destacam que há uma relação significativa entre se divertir durante a experiência de fazer reservas e a felicidade da viagem em si – o que significa que um dos melhores indicadores de uma viagem feliz é se divertir ao fazer as reservas. Uma viagem bem planejada e com reservas confirmadas na hora e com facilidade podem aumentar consideravelmente sua felicidade, não importa o tipo de acomodação ou tipo de viagem que você busca.

Fonte