Geral
10 palavras que surgiram de expressões sexuais

Ao longo dos séculos, diversos vocábulos tinham conotação obscena ou sexual, mas perderam seu sentido com o passar do tempo. Conheça alguns desses exemplos, que hoje não passam de palavras incapazes de chocar ou ofender alguém.

Bacana
Hoje, a palavra é aplicada para se referir a alguém agradável, simpático, ou com certo status social. Já a origem sexual do termo vem da Roma Antiga, onde era realizado o bacanal, festa libertina em honra a Baco, deus do vinho. Bacana, portanto, eram as mulheres que faziam parte dessas orgias

Aporrinhar
Desde o fim do século 19, a palavra consta no dicionário como importunar. Mas sua origem vem da palavra porra, vulgarmente associada com esperma e também inspirou os vocábulos porrada, porra-louca e esporro. Até o século XV, porra significava “porrete ou arma cuja ponta é redonda”

Pentelhar
O mesmo que importunar, aborrecer. No século 18, essa palavra era vulgarmente associada a pentear os pelos púbicos dos órgãos sexuais, os pentelhos. Embora, no Brasil, o termo perdeu o caráter ofensivo, em Portugal ainda é considerado um palavrão sujeito à censura

Virilha
Se no século presente ela corresponde à área interna da junção das coxas ao tronco, na Idade Média, representava a região genital masculina. O termo vem do latim virilia, que se refere a vir, viri (homem). Porém, com o passar dos séculos, a palavra também diz respeito às mulheres.

Recuar
Você já deve ter ouvido essa palavra em filmes de guerra ou aventura e que quer dizer andar para trás, retroceder diante de um inimigo ou uma ameaça. Porém, o termo vem do latim "reculare", do século 16, e significa literalmente fazer andar com o ânus ("culu", em latim) para trás

Cocotinha
A partir dos anos 1970, essa gíria ganhou popularidade e as jovens que eram chamadas assim sabiam que eram bonitas, delicadas e chamavam a atenção.. Porém, no século 19, o termo francês "cocotte" era empregado para indicar prostitutas.

Esculhambar
Equivale a criticar severamente, desmoralizar alguém. São duas as origens prováveis do termo. A primeira está relacionada aos testículos - seria ferir os testículos de tanto “cavalgar”. Já a segunda versão, bem vulgar e oriunda de ânus, propõe arrebentar as nádegas a pancadas.

Babaca
Esse termo cabe a alguém bobo ou tolo. Não há consenso sobre a origem da palavra: alguns linguistas acreditam vem de babaquara (do tupi, aquele que nada sabe). Porém, babaca era usado pelos escravos africanos como sinônimo chulo de vagina. Babaquice seria “o gosto de focinhar a babaca”.

Loba
Na Roma Antiga, a palavra designava prostitutas. Tanto que lupanar, no dicionário português, significa bordel. Segundo o escritor Corrado Augias, em seu livro Os Segredos de Roma, é provável que os gêmeos Rômulo e Remo, tenham sido criados por uma prostituta e não por uma fêmea de lobo.

Coitado
Sinônimo de uma pessoa digna de pena, coitado, por décadas, foi erroneamente confundido como alguém submetido ao coito (ato sexual). A palavra vem do verbo arcaico coitar, que é o mesmo que desgraçar. A confusão teria sido feita por antigos, que associavam coito à dor e aflição

Fonte

Instagram

Sexo é benéfico para a saúde, pesquisas apontam que a pratica pode se relacionar ao bom humor e a uma melhor qualidade de vida. Agora, um estudo feito pela mostrou que a receita para uma vida mais longa é fazer sexo, ou seja, quanto mais transarmos, mais tempo teremos de vida.

Na primeira fase do estudo, 918 homens residentes da aldeia galesa, Caerphilly, com 45 a 59 anos de idade foram entrevistados por pesquisadores ingleses sobre seus hábitos sexuais. Uma década depois, estes mesmos homens responderam a uma série de perguntas sobre a frequência em que transavam.

Os pesquisadores concluíram que, homens que faziam sexo ao menos duas vezes por semana reduziram suas taxas de mortalidade pela metade.

A segunda fase do estudo contou com a participação de 129 mulheres com idades entre 20 e 50 anos. Elas responderam perguntas sobre suas vidas amorosas e o quanto elas estavam satisfeitas.

Após análise biológica, os cientistas descobriram que as mulheres que faziam mais sexo e tinham uma vida amorosa satisfatória, apresentavam maiores telômeros, uma espécie de "capa" que protege os cromossomos, fazendo com que tenhamos um aumento em nossa expectativa de vida.

Por que o sexo prolongaria a vida? Existem múltiplas explicações possíveis segundo os cientistas: sexo frequente significa um relacionamento íntimo. Muitos estudos mostram que laços pessoais próximos aumentam a saúde e prolongam a longevidade.

Fontes 1, 2 e 3

Geral
Gabriel Leví

Gabriel Leví

Para responder a esta pergunta entramos em contato com a Débora Rodrigues Silva, uma das responsáveis pelos registros de nascimento do 32º Oficial de Registro Civil e Tabelião de Notas, em São Paulo, SP.

Segundo a escrevente, nesses casos o bebê é registrado como transexual, no entanto, de acordo com o obstetra Dr. Eduardo M. Machado, na maioria das vezes (e quando é possível), os pais optam por fazer uma cirurgia para que a criança tenha apenas um dos sexos. O Dr. disse também que o mais indicado é que o bebê seja operado o mais cedo possível, pois a recuperação é menos traumática e o impacto psicológico, em geral, menor.

De acordo com especialistas alemães, 1 a cada dois mil bebês nascem hermafroditas.


Atualizado em 28/02/2014

Sexo
Daniel Alves

Daniel Alves

Favor só ler esse post se vc tiver mais de 18 anos, pois contém palavras inapropriadas.

Os palavrões existem em todas as culturas, em todos os tempos, por serem as palavras que melhor conseguem exprimir emoções de raiva, ofensa ou (por que não) humor. Eles são controlados pelo "porão" do cérebro - o sistema límbico, responsável pela nossa parte mais primitiva (por isso que os palavrões sempre se referem à base da existência: sexo e excrementos), e influenciam desde sempre no nosso relacionamento social. Eles mudam de tempos em tempos, dependendo da polêmica da época. Na peça Romeu e Julieta, "que a peste invada a casa de ambos" é usado como ofensa. Hoje não surtiria muito efeito.

Fizemos um vídeo para falar a origem de alguns dos palavrões mais usados atualmente. Veja:

Por fim - sejam educados e não esqueçam das dicas finais do vídeo.

Geral
Anônimo

Anônimo

Infelizmente, sim. Estima-se que 10% dos casos de pedofilia registrados são praticados por mulheres. Na maior parte, a criminosa é a própria mãe, mas também outras recorrentes são professoras, tias, irmãs e babás.

E o que é necessário esclarecer é que "abuso sexual" não se estabelece exclusivamente diante de penetração peniana. Ele pode se dar por carícias indevidas, penetração de objetos, abuso verbal, masturbação, sexo oral etc.

O que dificulta bastante o registro da pedofilia feminina é:

1) timidez para denunciar;

2) os relatos são tidos como uma percepção exagerada de simples carícias, já que mulheres no geral são fisicamente mais carinhosas que homens;

3) os abusos não são considerados violações pela própria vítima. Quantos meninos contam ter perdido a virgindade ainda muito novo com uma mulher mais velha sem se dar conta de que isso se configura um crime?

Existem vários estudos e publicações sobre o assunto, como os livros L'últime tabou: femmes pedophiles, femmes incestueuses (O último tabu: mulheres pedófilas, mulheres incestuosas), de Anne Poirot e Female Sexual Abuse of Children (Abuso sexual feminino de crianças), de Michele Elliott.

Sexo
Anônimo

Anônimo

Sim. Até 30 graus é muito normal, sendo que 90% dos homens apresentam essa curvatura natural. Pode ser para qualquer um dos lados, para cima ou para baixo, dependendo da anatomia do seu amigo aí de baixo. Mais do que isso já é considerado anormal. Há ainda casos diagnosticados como doença - a doença de Peyronie. Ela costuma se manifestar em adultos e deixa o membro torto a cerca de 90 graus, inviabilizando o ato sexual. 

Além dessa doença, meninos, é bom se preocuparem com outra coisa: seu pinto pode quebrar. Não como um braço, pois não tem ossos, mas ele é composto por tubos (por onde passa o sangue na ereção) que, se torcidos, podem romper e complicar a sua vida. Além de doer muito. MUITO. Se isso acontecer, procure um médico imediatamente!




Sexo
Anônimo

Anônimo

Puro instinto. Fêmeas com quadris largos e mamas grandes são melhores parideiras e amamentadoras. É tão verdade que até os macacos preferem macacas com quadris avolumados. E mulheres também seguem seus instintos: maxilar largo, sobrancelhas espessas e voz grossa, por exemplo, são sinal de muita testosterona, o que é interessante reprodutivamente falando.

E outra: mulheres reparam em homens tanto quanto homens reparam em mulheres. Porém, como o raio de visão delas é maior, elas não precisam ser tão indiscretas ao fazê-lo. ;-)