Geral
Luiza Albieri

Luiza Albieri

Porque quando você peida em água com cloro, o pum se transforma em um gás extremamente tóxico. Mas calma, você não vai morrer se soltar uma rajada na piscina ou no banho.

Como você já deve saber, o peido é formado por, entre outros gases, enxofre e metano. Em contato com o cloro, o metano reage formando o monoclorometano, um gás incolor e inflamável, com um aroma que lembra ferrugem, traz notas adocicadas e um leve cheirinho de bosta.

A intensidade do cheiro vai depender da concentração de metano do pum, o que está diretamente relacionado com a sua alimentação.

O monoclorometano já foi muito usado na indústria como um gás refrigerador, mas caiu em desuso em produtos para o consumidor devido à sua toxicidade. Mas é claro que não usavam um monte de gente fazendo "borbulhas de amor" em piscinas. Neste caso ele é produzido sinteticamente.

Um pum geralmente não produz gás suficientes para entorpecer uma pessoa, mas inalar monoclorometano em maiores quantidades causa reações semelhantes aos de intoxicação por drogas químicas ao sistema nervoso central.

Entre os possíveis efeitos colaterais estão: sonolência, tonturas, confusão, dificuldade para respirar, caminhar e falar. Em concentrações mais elevadas, pode resultar em paralisia e até coma. #medo

Se vc encontrou o easter egg, não conte a ninguém, apenas diga quantas vezes você peidou lá.