Instagram

A psicóloga social e escritora e professora de psicologia desde 2012, Erika Price, nos últimos seis anos testemunhou estudantes de todas as idades procrastinarem em trabalhos, pularem dias de apresentação, perderem tarefas, e deixarem as datas de entrega passarem. Ela observou promissores estudantes de pós-graduação falharem em obter aplicações dentro do prazo; candidatos a PhD levarem meses ou anos revisando um único esboço de dissertação; e ela afirma que a culpada não foi a preguiça, e que não acredita que a preguiça existe e que existam barreiras invisíveis.Continue lendo...