Geral
Leonardo França

Leonardo França

Porque quando você passa manteiga no pão, ele fica mais pesado do lado da manteiga, então a força gravitacional puxa esse lado pra baixo, certo? ERRADO!

De acordo com o físico Prof. José Gomes, quando cai um objeto que tem o formato parecido com o de um pão, ele tende a girar em torno do seu eixo por conta de uma força chamada Torque Gravitacional.

Como a distância entre a mesa e o chão é muito pequena, geralmente não há altura suficiente para o pão girar completamente em torno do seu eixo.

Se você for uma pessoa normal, quando segura o pão com manteiga na mão ou o deixa em cima da mesa, ele fica com a manteiga virada para cima, né? Se ele cair, vai descer girando, mas só vai ter tempo de dar meia volta e cair com a manteiga para baixo.

A mesma lógica se aplica à geléia e outras coberturas.

Isso significa que as chances de o lado da manteiga cair virado para cima são maiores se você estiver de pé, pois o pão teria mais tempo/espaço para dar a volta completa e cair com a manteiga (ou geléia) para cima.

Mas isso depende de muitas coisas, como a sua altura, o peso do pão, a quantidade de manteiga, se a manteiga foi passada uniformemente, a densidade... Enfim, o que vale a pena mesmo é tomar cuidado e não deixar o pão cair.

E se cair, limpe o chão direitinho e pegue outro pão, porque você já sabe que a regra dos 5 segundos é pura balela, né?

Se vc encontrou o easter egg, não conte a ninguém pois eles podem se lembrar disso quando estiverem dominando o mundo.

Geral
Receita de pão mais antiga do mundo tem 14 mil anos

Pegue um pouco de farinha feita de trigo e cevada selvagem, adicione água, misture algumas raízes de plantas trituradas para dar sabor e asse. Segundo arqueólogos ingleses, essa é a receita de pão mais antiga do mundo. A massa era moldada em formato achatado e o sabor seria parecido com um pão multigrãos dos dias atuais, dizem os pesquisadores do University College of London. Encontrada na atual Jordânia, a receita data de 14 mil anos atrás. O registro mais antigo de algo similar havia sido achado na Turquia e tinha 9 mil anos.

Desse modo, há evidências fortes de que os humanos dominavam a panificação cinco mil anos antes do que os arqueólgos estimavam. De acordo com os cientistas, esse pão ázimo também era usado para enrolar a carne: assim sendo, os mesopotâmicos criaram também o primeiro sanduíche - um pão com carne rústico, por assim dizer. Em análise feita no microscópio, havia sinais de moagem, peneiramento - ou seja, um processo completo de panificação. O achado foi uma surpresa para os arqueólogos.

As populações que viviam há 14 mil anos naquela região da Jordânia onde foram achados os restos de pão viviam da caça e da coleta de frutas e cereais silvestres. Comiam gazelas e animais menores, como lebres e aves. Para os pesquisadores, o pão era uma comida para dias festivos e celebrações. Ainda de acordo com os cientistas ingleses, a fabricação do pão por essas populações mesopotâmicas pode ter impulsionado o desenvolvimento da agricultura, pela necessidade de cultivo desses cereais.

Fonte