Geral
Jerônimo Paniago

Jerônimo Paniago

Pra matar a gente de raiva e depois sugar todo o nosso sangue.
Na verdade esses desgraçados zumbem em qualquer parte do nosso corpo que esteja descoberta, mas é claro que você só ouve quando ele zumbe perto da sua orelha, né? A não ser que o seu sistema auditivo esteja localizado em outras partes do corpo.

Pernilongos e mosquitos sugadores de sangue em geral são equipados com vários sensores e um deles, como já explicamos neste post, é um poderoso sensor de calor, capaz de rastrear o nosso sangue através da temperatura.

Mas para nosso azar, há alguns outros fatores que fazem com que ele prefira rondar o nosso rosto - em especial, nariz e orelhas. O principal é que ele ADORA o gás carbônico que soltamos pelo nariz quando respiramos e o outro é que ele prefere lugares escuros (como os buraquinhos nasais e auditivos).

E dá-lhe repelente!

Geral
Erika Oliveira

Erika Oliveira

São 3 ingredientes: muco nasal, ar e sujeira.

Imagem meramente ilustrativa.

Dentro do nariz existem dezenas de glândulas que produzem diariamente, quase meio litro de muco e, sem saber, vc engole a maior parte dele. Mas se a produção está acima do normal (quando se está resfriado, por exemplo), a secreção fica acumulada no interior das narinas.

Quando você puxa o ar para respirar, ele vem cheio de impurezas que se misturam ao muco. Mas o toque final acontece quando esse ar resseca essa mistureba, deixando a meleca prontinha para aqueles que gostam de comer.

Essa parte de comer a meleca é nojenta, né? Mas segundo Scott Napper, professor de bioquímica da Universidade de Saskatchewan, comer o muco do nariz pode estimular o sistema imunológico por meio de pequenas e inofensivas quantidades de germes no corpo. Para ele, o excesso de higiene tem levado ao aumento de alergias e doenças auto-imunes.

Geral
Duda York

Duda York

Quem acha que foi devido a um tiro de canhão de Napoleão Bonaparte está completamente enganado. Pois é, esta história famosa só surgiu por conta da fama de maluco que o general francês já tinha. Segundo ela, Napoleão teria atirado contra o rosto da estátua em 1798, quando invadiu o Egito. Porém, há duas coisas que contradizem essa história e apontam para a real causa. 

Uma delas é uma ilustração datada de 1755, quase 50 anos antes da invasão francesa. Nela, o artista Frederick Lewis Norden retrata a Esfinge já sem o nariz.

O segundo indício são os vestígios no que sobrou do nariz: marcas de ferramentas. 

Antigamente, no Egito, a remoção do nariz era uma punição a criminosos. Assim sendo, a maioria dos que os historiadores acredita que, por volta do séc XIV, algum grupo removeu o nariz da Esfinge como forma de protesto ou vandalismo mesmo. Lembrando: a Esfinge de Gizé foi construída 3 mil anos antes de Cristo (alguns defendem que é ainda mais antiga, cerca de 10 mil anos antes de Cristo) e, após o abandono, ficou soterrada até 1817.


As complicações sociais egípcias são mais antigas do que imaginamos.

Se vc encontrar as imagens ocultas, não conte a ninguém, apenas responda nos comentários: 1) qual a sua música favorita das que ele cantou? 2) Qual o feitço ideal contra ele? ;-)