Geral
Bares criam código para ajudar mulheres que estão em perigo em um encontro

Muitas mulheres ficam amedrontadas num primeiro encontro ruim. Nos Estados Unidos e na África do Sul, bares criaram a “bebida secreta” como código para mulheres em situação de risco.

A técnica funciona da seguinte maneira: se a moça pedir um “Angel shot” puro, o barman vai acompanhá-la até o carro; se pedir com gelo, o garçom vai pedir um Uber ou um Lyft. E, se pedir com limão, vai chamar a polícia. As informações são do portal Daily Mirror.

Em cartazes colados principalmente nos banheiros femininos dos estabelecimentos, encontram-se os seguintes dizeres:

“Você está num encontro que não está fluindo muito bem? O seu pretendente do Tinder mentiu sobre quem era no perfil da rede social? Você se sente insegura ou numa situação estranha? Nós vamos te ajudar. Vá ao bar e peça um Angel Shot.”

No Reino Unido, cartazes semelhantes orientavam as mulheres a pedirem a bebida como código para evitar a violência sexual ou outros tipos de abuso.

Os cartazes fizeram sucesso e foram compartilhados mais de 60 mil vezes por usuários do Facebook. Apesar da propagação do código, alguns usuários defendem que o compartilhamento não impede que as mulheres peçam o drink nos bares.

Fonte

Geral
Mulheres são mais confiáveis em cargos de liderança, aponta estudo

A presença de mulheres na liderança pode fazer com que as empresas sejam mais diversas, inovadoras e com maior crescimento a longo prazo. Uma nova pesquisa descobriu outra vantagem da igualdade no topo: executivas apresentam menos desvios de caráter em relação a seus colegas homens.

Mulheres têm perfis de personalidade menos propensos a desvios de conduta que resultam em potenciais riscos para as organizações, de acordo com a Pesquisa Perfil Comportamental de Executivos: homens versus mulheres, elaborada pela HSD Consultoria.

Participaram da avaliação comportamental 3,5 mil profissionais brasileiros, com cargos de comando em médias e grandes corporações entre 2014 e 2017. Para azar das empresas, somente 26% eram mulheres.

Segundo a pesquisa, de todas as pessoas que participaram do processo, 27% apresentaram desvio de caráter. Entre as mulheres em cargos executivos, 20,77% demonstram o problema. Já o percentual dos homens é maior, de 29,2%.

A HSD avalia perfis comportamentais de executivos desde 2000, mas esta é a primeira vez que a consultoria segmenta os resultados por perfis de gênero. O estudo é feito por meio de entrevistas individuais e da aplicação de um conjunto de testes psicológicos e de inteligência.

Fonte

Geral
Anônimo

Anônimo

A explicação é hormonal.

Quando as garotas estão mais íntimas umas com as outras, a ocitocina é liberada no cérebro e provoca uma sensação boa. Este hormônio é responsável pela sensação de prazer quando a mãe tem o seu bebê e também quando o pai segura o seu filho nos braços. Vários especialistas a denominam hormônio do amor.

Um estudo recente confirma que a maioria dos homens tem menos células cerebrais que são estimuladas em situações relacionais, homens são simplesmente menos equipados para ler emoções. Por isso mulheres costumam ir o banheiro juntas, como seres mais relacionais elas sentem prazer na companhia de outras. Simples assim. ;-)

Instagram

Pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia fizeram testes de matemática, problemas de lógica e exames verbais num período de uma hora com 543 pessoas divididas em grupos. No primeiro experimento, todo grupo esteve em uma sala com temperaturas variáveis entre 16º C e 32º e no segundo experimento as pessoas foram divididas por gênero em dois grupos em salas de diferentes temperaturasContinue lendo...

Geral
Startups de mulheres recebem 50% menos investimento e faturam 10% mais, comprova estudo

A disparidade salarial entre homens e mulheres é um assunto bastante comentado. Mulheres ganham, em média, 28% a menos que os homens no Brasil. Mas pouco se fala sobre a diferença entre gêneros quando o assunto é financiamento de novos negócios. Um estudo realizado pela consultoria Boston Consulting Group mostra que empresas fundadas por homens recebem, em média, o dobro do investimento recebido por novas empresas fundadas por mulheres. Continue lendo...

Geral
Rebeca Lemos Quaresma

Rebeca Lemos Quaresma

Por causa do cromossomo X. É nele que estão a maioria das proteínas fotoreceptoras - as opsinas. Como as mulheres têm dois cromossomos X, elas saem na dianteira quando o assunto é leque cromático, ja que os homens têm um cromossomo X e o outro Y. Todavia, os homens são melhores para enxergar pequenos detalhes, objetos em movimento ou a longa distância. Existe uma discussão sobre o assunto, mas é provável que a origem dessa diferença seja evolutiva - herdada de uma época em que os machos precisavam de uma ótima visão para fins de caça enquanto as mulheres, para fins de colheita.