Geral
Aplicativo ajuda a escolher se vale a pena chamar um Uber, Cabify ou Taxi

Há alguns dias pedi pelo stories do MUITOinteressante, no Instagram, para os seguidores enviarem aplicativos inovadores e criativos, enfim, aplicativos MUITO interessantes e recebi uma verdadeira avalanche de sugestões para testar. Um dos mais legais foi enviado pelo seguidor @luis_armando5 mandou uma sugestão que realmente mudou a minha vida.

O que vale mais a pena? Uber, Cabify ou Taxi? A resposta é: DEPENDE. Depende da hora que você está chamando, do local de origem e destino e também do tamanho da sua pressa. Por isso o App MUITO interessante de hoje é tão útil!

Tanto os taxis, quanto o Uber e a Cabify têm suas vantagens. Um é mais barato, outro mais rápido, outro tem serviço melhor e no caso do taxi, tem a vantagem de poder pegar corredor de ônibus e fugir do trânsito de São Paulo. Muito útil quando se está com muita pressa.

Mas até então sempre precisei abrir cada um dos apps de transporte compartilhado, colocar o endereço de partida e destino, calcular o valor e tempo para então decidir qual app usar. Mas isso acabou quando conheci o VAH, uma espécie de Buscapé para serviços de transporte compartilhado.

O app é muito simples, como todo app genial deve ser. Basta colocar os endereços que ele mostra o tempo de chegada, valor estimado da corrida e até promoções em todos os aplicativos.

Clique AQUI para baixar no Android e AQUI para baixar no iOS.

MUITO interessante, né?

Geral

Um estudo da Universidade Oxford, mostrou que a idade que começamos a escolher melhor nossos amigos e encolher o nosso grupo é com 25 anos. Os pesquisadores descrevem essa idade como o ponto de “pico” para as amizades.

Parece que essa coisa de encolher o círculo de amizades, perder amigos em geral, é muito ruim né, mas na verdade, é até melhor. Porque de acordo com a ciência, o que acontece é que nessa idade a gente começa a se afastar das falsianes e se aproximar das verdadeirianes.

Teve até um estudo publicado da Universidade de Virginia, nos Estados Unidos que mostrou que ter um grupo mais íntimo, é mais benéfico para seu bem-estar que ter muitos amigos.

Um melhor amigo te ajuda a bloquear a ansiedade, a ser mais positivo, te dá mais força física e emocional e tudo isso porque essa pessoa é a que te dá mais apoio nas horas em que você mais precisa e você sabe que pode contar independente de qualquer coisa.

Além disso, vocês têm mais tempo para ficar juntos e é mais fácil de encaixar os programas como viagens, jantares e compras na agenda.Muito interessante, né?

E você, acha mais vantajoso ter muitos amigos, porém mais distantes, ou ter poucos, porém com amizades mais próximas e intensas?

Instagram

Uma pesquisa produzida pelo jornal britânico Sporting Intelligence, analisou a remuneração de 465 times de 29 ligas, em 16 países e 9 modalidades diferentes e evidenciou que a disparidade está presente em todos os esportes.

No basquete, uma jogadora ganha até 96 vezes menos do que um jogador de mesmo nível técnico.

No futebol, a média salarial de um único jogador é maior do que a média de um time inteiro com vinte atletas de futebol feminino.

No handebol, o ganho médio das jogadoras na Europa não passa de 34 mil dólares, enquanto os homens possuem médias salariais que superam a casa dos milhões.

Mesmo em esportes como o tênis, em que o assunto é amplamente discutido há décadas, alguns torneios ainda apresentam grandes diferenças. Há campeonatos em que o valor da premiação para as mulheres chega a ser metade do que é entregue aos atletas masculinos.

Esta bola de basquete da Penalty que está na minha mão, está à venda à partir de hoje na Netshoes e 100% da renda será revertida para ONGs de empoderamento feminino.

Também fazem parte da campanha, bolas de futebol de campo, handebol e vôlei.

As bolas são realmente lindas e você pode comprar a sua clicando aqui.

A Pênalty doou a produção e a Netshoes doou a logística.

A campanha é da ESPN e tem todo o apoio do MUITOinteressante!

Fonte

Instagram

Gravidez pode ser contagiosa, diz estudo

A pesquisa analisou 1720 grávidas e concluiu que quando uma mulher engravida, todas as suas amigas próximas possuem mais chances de engravidar também.

Os pesquisadores acreditam em dois motivos, na maioria das vezes inconscientes, para o "contágio":

1- Ter uma amiga grávida faz a mulher se sentir mais confortável para engravidar;

2- Quando duas amigas têm filhos em datas próximas, se ajudam no cuidado dos bebês e compartilham experiências.

O estudo foi publicado no periódico American Sociological Review.

Fonte.