Geral
Joseph Val

Joseph Val

Os pernilongos ou muriçocas são equipados com alguns sensores. Um deles é um sensor de calor, assim os pernilongos podem encontrar mamíferos e aves de sangue quente. Quando uma pessoa tem alguma parte do corpo descoberta mesmo que pequena, é exatamente esse ponto que emana mais calor, sendo assim ele encontra o local facilmente. 

Geral
Kaik Lopes

Kaik Lopes

Não. Por vários motivos.

Apesar de o vírus ser devastador, a concentração de HIV no sangue de um infectado é muito pequena. Por isso, a chance de transmissão seria ínfima. Outro motivo é a dinâmica da picada do mosquito.

Ele não injeta de volta o sangue já adquirido, isso porque a probóscide (o “bico” do pernilongo) tem canais diferentes para injetar a saliva e para sugar o seu sangue. Então não se pode dizer que o funcionamento é como uma agulha, onde há somente um canal e troca constante.

Na imagem: Como a Probóscide de um pernilongo age quando está sugando o seu sangue.

E se você ainda tem medo de pegar alguma DST por conta de um pernilongo, saiba que esses desgraçados são imunes ao HIV.

Se vc encontrou o link com os dois vídeos assustadores desse inseto bebendo o seu sangue vistos de um microscópio, não conte a ninguém, apenas comente: "Devolva o meu sangue, pernilongo maldito! Se vc não encontrou, diga: "Já doei muito sangue para os pernilongos."

Geral
Jerônimo Paniago

Jerônimo Paniago

Pra matar a gente de raiva e depois sugar todo o nosso sangue.
Na verdade esses desgraçados zumbem em qualquer parte do nosso corpo que esteja descoberta, mas é claro que você só ouve quando ele zumbe perto da sua orelha, né? A não ser que o seu sistema auditivo esteja localizado em outras partes do corpo.

Pernilongos e mosquitos sugadores de sangue em geral são equipados com vários sensores e um deles, como já explicamos neste post, é um poderoso sensor de calor, capaz de rastrear o nosso sangue através da temperatura.

Mas para nosso azar, há alguns outros fatores que fazem com que ele prefira rondar o nosso rosto - em especial, nariz e orelhas. O principal é que ele ADORA o gás carbônico que soltamos pelo nariz quando respiramos e o outro é que ele prefere lugares escuros (como os buraquinhos nasais e auditivos).

E dá-lhe repelente!