Geral
Anônimo

Anônimo

Existem muitos e de muitos gêneros. Demos uma garimpada, levamos uns sustos, paramos várias vezes na metade pq não dava mais e selecionamos alguns para dividir você. Claro que nos comentários vão aparecer os badass dizendo q não ficaram com medo mas sabemos que, na verdade, eles arrepiaram até os pelos que nem sabiam que tinham. Fantasmas, demônios, aberrações, montagens pertubadoras, tá tudo aí embaixo, querido leitor ou leitora. Mas antes de sair assistindo esses vídeos, é importante lembrar que não nos responsabilizamos pelos possíveis danos físicos e/ou mentais que vc pode vir a ter vendo essas imagens. Mas se vc se considera uma pessoa de coragem, respire fundo e aperte o play. Pensando bem, é melhor não apertar e pular para outro post. Isso se quiser sobreviver.

O Exorcismo de Annelise Michel: entre 1975 e 1976, a jovem alemã foi submetida a sessões de exorcismo muito intensas, pois acreditava-se estar possuída por legiões de demônios. A sua voz se transformava, ela falava em línguas que conscientemente não conhecia, parou de comer e faleceu em decorrência disso. Sua história deu origem ao filme "O Exorcismo de Emily Rose" e os áudios originais dos exorcismos vc pode conferir aqui:

Possessão: Uma suposta possessão real gravada em com uma câmera 8 mm.


Vozes do Inferno: Em 1989, um time de geólogos russos lançou um gravador dentro de um vulcão, a 14 mil metros de profundidade, a fim de registrar sons de placas tectônicas. Mas o que voltou gravado foi muito mais surpreendente e aterrador. Vc confere no vídeo.

The Grifter: na pegada do vídeo do filme "O Chamado", este vídeo foi mencionado pela primeira vez no site 4Chan e, desde então, vem causando mal-estar na maioria das pessoas que o assistem, gerando até lendas (espero q sejam lendas) de mortes. É estranho, sem sentido e, de fato, macabro.

Dining Room or There is Nothing: é um vídeo experimental do diretor David Early, que quis passar seu conceito do que existe no pós-vida: nada. Nada? Quem dera fosse nada!

A Assombração em San Pedro: em 1989 (ano movimentado pro sobrenatural, pelo jeito), uma equipe de tv foi para uma casa documentar um suposto caso de assombração. Mas, o que aconteceu lá, transformou eles mesmos em personagens do documentário e mudou o status de "suposto" caso.

Mark Twain: The Mysterious Stranger: era pra ser uma animação infantil, mas foi banido. Isso pq, em determinada parte, as crianças encontram com um anjo chamado Satan que tem uma voz amedrontadora e declara, de uma forma bem ilustrada e sinistra, seu desgosto pela humanidade. Dizem que tem mensagem subliminar, mas eu achei bem claro.

Shaye Saint John: com tantos equipamentos gravadores e plataformas de postagem online de vídeos, qualquer um pode se colocar na internet. Inclusive um doente mental que, de tanta obsessão por bonecos de ventriloquismo, ele mesmo se transformou em um. Este é Shaye Saint John. Os vídeos que ele cria são pertubadores, bizarros e amedrontadores. Só uma pergunta: Shaye, e a louça na pia?

Rubber Johnny: outro vídeos experimental de tirar noites de sono tranquilo. O diretor Chris Cunningham exibe um garoto com deformidade física sob um som bem tenso e intervenções psicodélicas. Não é legal, Cunninghan. Não é.

Se vc assistiu a todos e não sentiu sequer uma pontada fria na espinha, favor se retirar deste planeta. Documentais ou ficcionais, estes vídeos são de tirar a paz de espírito. Por fim, esperamos pela inevitável discussão: crentes vs descrentes. E se vc achar o easter egg, NÃO clique!!!!11!!

Agradecimentos ao Medo B, na nossa opinião, o melhor blog de terror do Brasil.

Geral
Givaldo Cesar

Givaldo Cesar

Imagine que você está tranquilo na sua caminha e de repente ouve um estouro duas vezes mais alto do que os fogos de artifício comum. Assusta, né? É isso que acontece com os cães, já que eles possuem uma capacidade auditiva que vai além do dobro da dos humanos.

"Ah, mas o meu cachorro se assuta com fogos e trovões que explodem longe..." Longe para você. Além da incrível potência, os ouvidos caninos também mandam bem na distância e podem ouvir sons 4 vezes mais longe que você.

É importante lembrar que barulhos muito altos podem ter um impacto muito negativo nos cães. Podem torna-los excessivamente medrosos, agressivos e até causar a morte do animal por enfarte. Há também vários cães que morrem enforcados em suas guias ou pulando pela janela de prédios altos.

O ideal é acalmar o seu bichinho nas festas de fim de ano, finais de campeonato e em dias trovejantes. Em geral, eles ficam mais tranquilos quando você está por perto, mas em casos extremos, alguns veterinários podem receitar calmantes.

Uma dica muito útil é deixar o cachorro dentro de casa com a TV ligada algumas horas antes dos fogos e ir aumentando o volume aos poucos, até que ele se acostume com o barulho.

Colaborou <a href="https://www.facebook.com/rafavisk"></a><a href="http://on.fb.me/16ADM8X">Rafael O. Teixeira</a>

Geral
Juliana Colevati

Juliana Colevati

Da ideia de que eles podem se amedrontar com a possibilidade do roedor entrar em sua tromba e afetá-lo. Isso não faz sentido, já que a tromba é tão ágil quanto uma mão humana, portanto, com um movimento simples, ele poderia se livrar do rato. Os irmãos da série Then Mythbusters (Os Caçadores de Mitos) testaram a reação com um elefante e concluíram que os paquidermes de fato têm medo de ratos.

Um elefante assustado é plausível, mas a experiência não têm qualquer respaldo científico.

Os elefantes podem se surpreender e até mesmo entrar em pânico diante de um rato - assim como diante de qualquer animal pequeno. Isso pq sua visão é ruim e, acoado por algo que ele não consegue compreender totalmente, pode se sentir ameaçado. O que não configura um pavor distinto por ratos.

Estudos recentes indicam que os grandalhões devem ter medo de uma animal ainda menor: as abelhas. Diante do zumbido de uma espécie de abelha africana (a Apis meliffera scutellata), o elefante africano recua e vocaliza sons que alertam os demais para que façam o mesmo.

Terror
Tubarão-branco de quase 3 metros é devorado por criatura misteriosa

Atualizado em 11/06/2014: Mistério revelado!
Não sei vocês, mas nós estamos aterrorizados com o fato de que uma criatura misteriosa devorou um tubarão branco com quase 3 metros de comprimento. Isso mesmo, devorou.


Pesquisadores australianos fixaram um rastreador em uma fême de tubarão branco com quase três metros de comprimento, para estudar o movimento do animal pelo oceano. Quatro meses depois, o dispositivo foi encontrado numa praia e o resultado do monitoramento deixou os pesquisadores perplexos!

De acordo com as informações do aparelho, o animal teria sofrido um aumento brusco de temperatura (de 7ºC para 25ºC) – que de acordo com os estudiosos, só poderia ser atingida dentro da barriga de um animal.

O equipamento mostrou ainda que o o tubarão branco foi arrastado para mais de 580 metros de profundidade em relação à sua posição original. Tudo isso em poucos segundos.

De acordo com Dave Riggs, responsável por registrar a experiência, ficou claro que o bicho foi devorado, mas não há informações sobre que animal seria capaz de tal façanha.

Veja a entrevista completa (em inglês):

Será que os megalodontes, tubarões que, de acordo com análises fósseis, podiam chegar a até 20 metros de comprimento e que acredita-se estar extinto há cerca de 20 milhões de anos, estão na verdade vivos nas profundezas do oceano? Pouco provável.

Você tem algum palpite?
--
E por falar em megalodonte, se liga que daqui uns dias vamos publicar uma lista com um monte de fatos e curiosidades sobre essas criaturas o/