Geral
Anônimo

Anônimo

Sim, mas só se você sofrer de Insônia Fatal Familiar (IFF), uma doença infecciosa do mesmo grupo da doença da vaca louca. 

Além de não conseguirem dormir, os acometidos pela IFF também sofrem alucinações, pânico e ansiedade, que causam perda rápida de peso, demência e em alguns casos, óbito. 

Mas é um tipo tão raro de insônia, que você provavelmente nunca conhecerá nenhum portador. Estima-se que a IFF atinja cerca de 100 pessoas ao redor do mundo. 

A morte por IFF é em decorrência da degeneração neurológica do cérebro, ligada a uma proteína anormal que passa a ser produzida pelo corpo. Geralmente a IFF começa a se desenvolver na meia idade e causa a morte do paciente em dois anos.

O máximo de tempo que uma pessoa conseguiu ficar sem dormir que se tem conhecimento foram 11 dias consecutivos. Em 2007 o britânico Tony Wright manteve os olhos abertos se alimentando apenas de vegetais crus, como suco de cenoura, banana, abacate, abacaxi e nozes.

Segundo Wright, a dieta escolhida teria sido importante para manter partes de seu cérebro operantes e despertas por longos períodos. Na época, ele disse à BBC que conseguiu o feito alternando o uso das partes do cérebro - usando o lado direito enquanto o esquerdo descansava (baleias e golfinhos passam meses sem dormir através de técnicas cerebrais parecidas). Mas não há provas científicas de que ele foi capaz de usar tal técnica.

Mesmo conseguindo a façanha, ele não entrou para o Livro dos Recordes. Desde 1964 o Guinness World Records não recompensa vencedores de concursos de privação de sonhos por causa dos possíveis riscos para a saúde dos participantes, mas tudo foi transmitido ao vivo via webcam e acompanhado pela rede de notícias britânica BBC. 

Se vc encontrou o vídeo oculto, não conte a ninguém, apenas responda: vc ficou com sono ou vomitou arco-íris?

Instagram

Segundo estudo realizado pelo Departamento de Psicologia da Faculdade Marist e pela Universidade de Minnesota, ambas nos Estados Unidos, dormir tarde, falar palavrão e fazer muita bagunça são atitudes de pessoas inteligentes.

Dentre os testes realizados, estava a contagem de xingamentos que os participantes falavam durante um minuto, que concluiu que quanto mais palavrões a pessoa falava durante o tempo, maior era sua pontuação no teste de inteligência. Outra característica em comum encontrada entre os participantes com Q.I. alto era a tendência a dormir tarde da noite.

Os pesquisadores da Universidade de Minnesota encontraram evidências de que bagunceiros também apresentam Q.I. mais elevado. A conclusão aponta que ambientes desarrumados são mais interessantes para desenvolver atividades criativas e que se preocupar menos com limpeza e organização libera sua mente para se desenvolver de formas mais interessantes.

Fonte