Geral
Diego Souza

Diego Souza

Não há legislação que regule este tipo de situação, já que é muito raro encontrar gêmeos siameses por aí. Mas entramos em contato com algumas empresas para saber qual seria o posicionamento delas, caso acontecesse.

Para o Grupo Playarte de Cinema, a dupla de irmãos dois um poderia escolher pagar um ou dois ingressos. O coordenador de comunicação do Grupo, Guilherme Mendes Ayala, defendeu que dar apenas a opção de pagar um único ingresso, poderia ferir a individualidade dos siameses, que provavelmente se consideram pessoas diferentes ainda que grudadas. 

Já para Azul Linhas Aéreas, o que importa é o número de lugares que os gêmeos siameses em questão ocupariam. De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, as passagens são vendidas por número de poltronas, então ainda que sejam pessoas com identidades diferentes, mas que ocupam o mesmo corpo e a mesma poltrona no avião, será cobrada apenas uma passagem.

Vale lembrar que encontrar gêmeos siameses é muito, muito difícil. A cada 100 mil gêmeos, um nasce siamês e em 60% dos casos, eles nascem mortos. Ainda que sobreviva ao parto, somente cerca de 15% vivem mais do que 2 anos de idade.