Geral
Rebeca Lemos Quaresma

Rebeca Lemos Quaresma

Por causa do cromossomo X. É nele que estão a maioria das proteínas fotoreceptoras - as opsinas. Como as mulheres têm dois cromossomos X, elas saem na dianteira quando o assunto é leque cromático, ja que os homens têm um cromossomo X e o outro Y. Todavia, os homens são melhores para enxergar pequenos detalhes, objetos em movimento ou a longa distância. Existe uma discussão sobre o assunto, mas é provável que a origem dessa diferença seja evolutiva - herdada de uma época em que os machos precisavam de uma ótima visão para fins de caça enquanto as mulheres, para fins de colheita.

Sexo
Anônimo

Anônimo

Puro instinto. Fêmeas com quadris largos e mamas grandes são melhores parideiras e amamentadoras. É tão verdade que até os macacos preferem macacas com quadris avolumados. E mulheres também seguem seus instintos: maxilar largo, sobrancelhas espessas e voz grossa, por exemplo, são sinal de muita testosterona, o que é interessante reprodutivamente falando.

E outra: mulheres reparam em homens tanto quanto homens reparam em mulheres. Porém, como o raio de visão delas é maior, elas não precisam ser tão indiscretas ao fazê-lo. ;-)

Instagram

Um estudo acompanhou a vida de 723 pessoas ao longo de 26 anos e concluíram que os homens que não dividiam os afazeres domésticos, sofriam mais problemas psicológicos, como ansiedade, nervosismo e problemas de concentração. Já aqueles ajudavam se mostraram mais tranquilos e felizes.

Segundo a pesquisa, as parceiras ou parceiros de quem não ajuda também se dão mal com esse desequilíbrio na divisão das tarefas, pois o excesso de trabalho doméstico pode deixá-los mais vulneráveis às doenças.

Que tal começar a dividir as tarefas? É pela felicidade de vocês. E pela saúde dos seus amados.

O estudo foi feito da Universidade Umeå, na Suécia e publicado na PLOS One.

Fonte

Instagram

Pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia fizeram testes de matemática, problemas de lógica e exames verbais num período de uma hora com 543 pessoas divididas em grupos. No primeiro experimento, todo grupo esteve em uma sala com temperaturas variáveis entre 16º C e 32º e no segundo experimento as pessoas foram divididas por gênero em dois grupos em salas de diferentes temperaturasContinue lendo...

Instagram

Um estudo realizado por cientistas da MIT, Harvard e Instituto Whitehead, comprovou que não há diferenças entre homens e mulheres além das físicas. Machos e fêmeas (eles não se limitaram aos seres humanos) têm suas divergências inscritas na carga genética, porém elas não justificam tratamento desigual entre colegas de escritório, por exemplo.Continue lendo...