Geral
Marcela Forni

Marcela Forni

Provavelmente muitos que usam a sigla não sabem que teve sua origem nas animadas festas dos salões jamaicanos. Encontre o link do Mc Daleste.

Lá pelos idos anos 50, a moda na Jamaica era dançar ska (um misto de ritmos caribenhos com jazz e blues). Daí que era comum os DJs pegarem o microfone e soltarem frases improvisadas por cima da musica do vinil. Algumas vezes até davam as noticias mais importantes do dia, já que rádio era um luxo na época. Eles ficaram conhecidos como "mestre de cerimônias" por serem os responsáveis pela condução da festa, por manter seu ritmo. E, mais tarde, as iniciais MC começaram a preceder o nome, como um título.

As letras do ska falavam de indignação, injustiça, recriminação social, marginalização, da dura vida trabalhadora e foi a mãe de alguns gêneros que conhecemos hoje, por exemplo: o reggae, o rap e o hip-hop. Alguns deles acabaram herdando o título de MC para seus artistas. Aqui no Brasil os cantores de funk também o usam. Os MCs geralmente compõem e cantam seus próprios materiais, podendo muitas vezes partir pra improvisação freestyle, como seus pioneiros jamaicanos.

Mas a sigla também é usada, com o mesmo significado, para se referir aos profissionais que conduzem eventos como premiações, apresentações e shows.