Instagram

Um estudo acompanhou a vida de 723 pessoas ao longo de 26 anos e concluíram que os homens que não dividiam os afazeres domésticos, sofriam mais problemas psicológicos, como ansiedade, nervosismo e problemas de concentração. Já aqueles ajudavam se mostraram mais tranquilos e felizes.

Segundo a pesquisa, as parceiras ou parceiros de quem não ajuda também se dão mal com esse desequilíbrio na divisão das tarefas, pois o excesso de trabalho doméstico pode deixá-los mais vulneráveis às doenças.

Que tal começar a dividir as tarefas? É pela felicidade de vocês. E pela saúde dos seus amados.

O estudo foi feito da Universidade Umeå, na Suécia e publicado na PLOS One.

Fonte

Instagram

Estudo da Universidade do Estado da Flórida (FSU) concluiu que lavar a louça pode ajudar a aliviar o estresse do dia a dia. A tarefa não pode ser concluída com pressa, nem deve ter auxílio da máquina de lavar louças.

A pesquisa da FSU foi feita com 51 estudantes, divididos em dois grupos: no primeiro, o participantes leram um trecho sobre atenção plena indicando a prestarem atenção em cada ato de suas vidas (proposta do mindfulness), em seguida, submetidos à tarefa. Enquanto o outro, foi encarregado de apenas lavar a louça.

Os resultados mostraram que aqueles que tiveram um ritual precedente, reduziram os níveis de estresse em 27%, e as boas inspirações cresceram 25%. Já os que não foram convidados a ler a passagem, não sofreram nenhuma alteração mental ou comportamental.

Segundo os cientistas, os beneficiados estavam pensando apenas em lavar a louça, o que significa estar totalmente focado no momento. Dessa forma, não houve descarrego de estresse durante a limpeza.

A intenção da pesquisa é observar como as atividades do dia a dia podem ser feitas a partir dos princípios de mindfulness e assim obter vantagens. Apesar de ser uma pequena descoberta, novos ângulos sobre como encarar as responsabilidades domésticas com foco, intensão e cuidado podem reduzir a tensão e os problemas psicológicos.

Fonte