Geral
Anônimo

Anônimo

Este slogan surgiu em decorrência da Segunda Guerra Mundial. Em 1939, prevendo a desmoralização do povo diante do início de mais uma guerra, o governo da Grã-Bretanha criou uma campanha com 3 pôsteres, cada um com um slogan direto, forte e motivacional. São eles:

Your courage, your cheerfulness, your resolution will bring us victory ("Sua coragem, sua alegria, sua determinação nos trarão vitória")

Freedom is in peril, defend it with all your might ("A liberdade está em perigo, defenda-a com toda sua força")

Keep calm and carry on ("Tenha calma e siga em frente")

Apesar do popular hoje ser o "Keep Calm", o cartaz "Your Courage" foi o mais famoso durante a Guerra. E sim, o layout foi mantido.

Instagram

Vivenciar momentos offline com seu amor é maravilhoso não é mesmo? Mas quando ambos entram em seus perfis nas redes sociais, esses momentos juntos - jantares, viagens, selfies - podem ir ou não para a timeline e se são postados com frequência indicam, segundo estudo, que tem um problema aí.

Um estudo da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas que ficam exibindo seus momentos de casal nas redes sociais são, na verdade, aquelas que mais duvidam do amor que sentem.

Na pesquisa, 216 participantes (108 casais heterossexuais de uma pequena cidade do Canadá), mantiveram um diário ao longo de duas semanas registrando altos e baixos de suas relações - essas informações foram cruzadas com as atualizações que aconteciam nas redes sociais (Facebook e Instagram) no período.

O estudo comprovou que, quanto mais inseguros estavam, mais posts com o(a) parceiro(a) eram publicados.

Fonte

Geral
Quão viciado você é? Facebook e Instagram mostrarão o tempo gasto no aplicativo

Quão viciado você é no Facebook e no Instagram? Os dois aplicativos vão dizer quanto tempo você gasta neles todo dia. A funcionalidade foi anunciada em 1º de agosto e ficará disponível aos usuários nas próximas semanas.

Segundo o Facebook, a ideia é fazer você gastar melhor o seu tempo na rede social - um medidor contará o tempo que os usuários gastam no app e isso será exibido num painel, mostrando se os usuários gastam mais tempo do que gostariam na rede. O mesmo recurso será lançado no Instagram.

A ferramenta é uma iniciativa do próprio Facebook e ela surge quando a empresa tenta se recuperar de uma série de escândalos contundentes que serviram para intensificar o escrutínio sobre questões como dependência de aplicativos e smartphones.

Então, como você descobre exatamente quanto tempo você está “desperdiçando” no Instagram e no Facebook? O processo é simples e semelhante nos dois aplicativos.

No Instagram: abra as configurações e vá até a nova opção "Sua atividade". Clique aí e o menu levará você a um painel que mostra quanto tempo você está gastando no aplicativo todos os dias, além de uma média semanal.

A partir daí, você pode definir um "Lembrete diário" que notifica quando você está no aplicativo além do tempo estipulado por você. Você também pode silenciar temporariamente as notificações do aplicativo por até oito horas.

No Facebook, o processo é um pouco diferente. No menu com as três linhas horizontais, desça a tela e clique em "Configurações e privacidade". Em seguida, clique em "Your Time on Facebook", e você será levado a um painel no Facebook que tem os mesmos recursos do Instagram.

Uma pesquisa realizada pela empresa de medição online Similar Web, mostrou que usuários do Instagram nos EUA passaram quase tanto tempo no aplicativo para Android (cerca de 53 minutos) quanto os usuários do Facebook em seu aplicativo (aproximadamente 58 minutos).

Fonte

Geral
Facebook admite: rastreia até os movimentos do seu mouse

Em documento de 228 páginas enviado ao Senado dos EUA, o Facebook responde perguntas sobre o uso de dados dos usuários. Um dos aspectos mais polêmicos é o da coleta de informações. O rastreamento dos movimentos do mouse é um dos pontos mais chamativos do documento. O mouse tracking mostra como os usuários se comportam dentro da plataforma, permitindo que a empresa melhore a interface da rede social.

No computador, o Facebook controla os movimentos do cursor do mouse e se uma janela está aberta em primeiro ou segundo plano. A empresa alega que isso é usado para distinguir humanos de robôs. Já a informação colhida nos múltiplos dispositivos do usuário, como computadores, smartphones e TVs conectadas, é cruzada para “ajudar a proporcionar a mesma experiência personalizada onde quer que as pessoas usem o Facebook”.

O Facebook foi acusado de testar métodos que usavam o mouse tracking para determinar não só em quais anúncios o usuário clica como também em quais pontos da tela ele se detém, e durante quanto tempo. Informações desse tipo são relevantes pois o lugar onde o cursor se detém muitas vezes coincide com o ponto no qual focamos nossa atenção, segundo os especialistas em mouse tracking.

Além disso, o Facebook reúne informações sobre o computador: o sistema operacional utilizado, as versões de hardware e software, o nível de bateria e a capacidade de armazenamento disponível. Do mesmo modo, sabe qual navegador, os aplicativos instalados e de arquivos guardados. Além disso, sabe qual operadora você usa, o número de telefone, o endereço IP e a velocidade de conexão.

Informações sobre a localização por GPS, acesso à câmera e à galeria de fotos, são outros dos aspectos, já amplamente conhecidos, que a companhia enumera no documento. Mas ela deixa claro, diante de várias perguntas ao longo do texto, que “não usa o microfone do celular dos usuários ou qualquer outro método para extrair áudio” a fim de influenciar os anúncios que são apresentados ou para determinar o que aparece no feed de notícias do usuário.

Fonte

Interessantech
Anônimo

Anônimo

Existe um motivo oficial e um extraoficial:

Oficial- É uma estratégia para o usuário passar mais tempo no facebook, já que o azul é uma cor sóbria, calma e agradável aos olhos.

Extraoficial
- Seria uma escolha pessoal de Mark Zuckerberg. Mark é daltônico para verde e vermelho e teria escolhido o azul para que ele pudesse ver seu site tal como é. 

Outra curiosidade MUITO interessante sobre o layout do Face é que o seu primeiro logo era uma foto do ator estadunidense Al Pacino: