Geral
Pesquisadores da USP criam dispositivo que pode tornar as viagens de helicóptero mais seguras e silenciosas

Pesquisadores da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP desenvolvem um dispositivo para reduzir a vibração produzida pelas pás dos helicópteros. O equipamento converte vibrações em energia elétrica aumentando a vida útil, velocidade, segurança e conforto da aeronave.

“Aeronaves de asas rotativas possuem níveis altos de vibração que causam desconforto e até danos à saúde de seus usuários. A fonte de vibração mais expressiva é a interação entre as pás de seu rotor principal e o ar”, afirma Marcel Clementino, integrante da equipe do projeto.

“Parte dessa vibração é transmitida do rotor principal para a fuselagem através das hastes de comando de passo, conhecidas como pitch links. “Os benefícios proporcionados pela redução dessas vibrações são bem conhecidos e incluem aumentar a vida útil da aeronave, reduzir os custos de manutenção”.

A proposta do projeto é incluir funcionalidades adicionais ao pitch link que, além de proporcionar o controle do comando da aeronave, como ocorre com o rígido tradicional, permitiria reduzir vibração e realizar a coleta de energia.

Chamado de SaPPL, o equipamento é dotado de uma estrutura eletromecânica flexível. O dispositivo possui um material piezelétrico (que atua na transformação da vibração em energia elétrica) chamado Macro Fiber Composite (MFC), acoplado a placas metálicas elásticas e a um circuito eletrônico.

A estrutura transfere os esforços mecânicos entre as pás do helicóptero e sua fuselagem. Ao girar, as pás vibram e essa vibração é transmitida ao pitch link. O dispositivo é capaz de aumentar a dissipação de energia de vibração ou modificar a rigidez efetiva do pitch link.

Fonte

Interessantech
Google realiza competição online para contratar engenheiros de software, saiba como participar

Ao longo do ano, o Google promoveu e está promovendo rodadas independentes do Kickstart, uma competição global online de programação que oferece aos participantes a oportunidade de testar e desenvolver suas habilidades na área e resolver desafios algorítmicos criados pelo time de engenharia do Google.

Como resultado, os melhores participantes podem ser contatados pelo time de recrutamento do Google para participar do processo seletivo no Centro de Engenharia do Google em Belo Horizonte (único da empresa na América Latina).

As próximas etapas ocorrerão no dia 21 de outubro, (13:00 UTC – 16:00 UTC) e 18 de novembro (5:00 UTC – 08:00 UTC).

Podem participar da competição estudantes universitários ou profissionais da área que gostariam seguir uma carreira no time de engenharia do Google. A empresa espera contratar 50 novos profissionais para o time de engenharia que irão integrar a equipe de 130 profissionais que desenvolvem projetos que impactam bilhões de usuários ao redor do mundo.

Dentre os projetos liderados pelo time de engenheiros e engenheiras, estão iniciativas que envolvem a Busca do Google, como a busca por sintomas e a experiência de futebol na Busca, o aplicativo Family Link e o desenvolvimento de tecnologias para proteger os produtos do Google.

Para se inscrever no Kickstart acesse: https://code.google.com/codejam/kickstart/