Geral
Cíntia Molina Pukaro

Cíntia Molina Pukaro

Biologicamente falando, por causa de um hormônio chamado androgênio. Na verdade, ambos os sexos têm esse hormônio, só varia a quantidade. Mas quando entramos na puberdade o androgênio (com uma ajuda da testosterona), vai regulando o volume e grossura dos pelos. Como os homens têm mais, começam a engrossar os pelos também do peito, barriga e do rosto. Tudo sob o controle da genética.

Evolutivamente falando (evolução, sua linda) ter mais barba (e pelos no geral) significa ter mais testosterona, o que significa ser um reprodutor eficiente, o que atraiu mais fêmeas e facilitou os machos peludos perpetuarem seus genes igualmente peludos. Alguns especialistas também afirmam que os mais felpudos eram os que melhor se saíam durante as caçadas, pois estavam protegidos do vento, frio, sol e detritos. Daí voltavam vivões, melhor alimentados por terem caçado melhor, atraíam as fêmeas e o resto é amor.

Geral
Anônimo

Anônimo

Quando a água da lágrima evapora. A lágrima é formada de água, muco e gordura e não serve só para criar cenas dramáticas, mas também (e principalmente) para hidratar seu olho e protegê-lo das sujeiras. A cada piscada, as pálpebras passam pelo globo ocular retirando as impurezas com a ajuda da lágrima, como pano molhado limpando o piso. Essa sujeira fica acumulada nos cantos dos olhos. Quando dormimos, o líquido da lágrima evapora, deixando só muco, gordura e sujeira. Esta é a a famosa remela.

Curioso é o fato de que na Roma Antiga muita remela era sinal de um grande apetite sexual. Então eles simplesmente evitavam tirá-la. Remela acumulada por dias, isso os filmes não mostram.

Sexo
Anônimo

Anônimo

Sim. Quando relaxada, uma vagina varia de 5 a 8 centímetros de profundidade (da vulva até o colo do útero). Quando excitada, expande até alcançar de 10 a 15 centímetros. Quanto ao diâmetro, pode expandir 10 vezes de seu tamanho em repouso. Isso é um artifício do corpo da mulher para receber diversos tipos de pênis e facilitar a passagem do feto. Vaginas, assim como pênis e qualquer outra parte do corpo, variam MUITO de pessoa para pessoa.

Nota: as principais terminações nervosas da vagina estão logo nos seus 5 centímetros iniciais. É ali que a magia acontece. ;)

Geral
Luiz Henrique Ponchielli

Luiz Henrique Ponchielli

Não. Muita gente diz que o papel seria feito de arroz e impresso com corantes comestíveis, mas isso não passa de boato. De acordo com o fabricante, o chiclete é envolto em um papel parafinado com o único intuito de proteger a goma e impedir que elas fiquem grudadas umas as outras. Portanto, chega de preguiça e trate de tirar o papelzinho do chiclete antes de mascar! 

Geral
Tay Lima

Tay Lima

Na verdade, mulheres também têm. O "pomo" é o nome popular da cartilagem tireóide, que tem como função proteger as cordas vocais. Acontece que para seu desenvolvimento são necessários hormônios encontrados em abundância no organismo masculino (como a testosterona). Por isso nos homens ela cresce mais, adquirindo um formato mais pontudo, enquanto que nas mulheres fica mais aberto.

Geral
Breno Silva

Breno Silva

Primeiro: nós não evoluímos do macaco (calma, ateus!). Diz-se isso por conta de uma analogia, mas na verdade, tanto o macaco quanto nós temos um ancestral em comum, que era meio homem e meio macaco.  A evolução de uma espécie não se dá em linha reta, mas sim em diversas ramificações, como uma árvore e seus galhos. A esse processo sé dá o nome de cladogênese. Eles foram para um lado, nós fomos para outro.

Segundo: a evolução se dá devido ao meio. Pq uma bactéria não vira um tubarão? Porque ela se deu muito bem como bactéria! Evolução é simplesmente um processo natural. Mas isso não significa que os macacos não estejam evoluindo. Pesquisas recentes mostram que os macacos melhoraram muito a genética e continuam evoluindo, assim como nós. A humanidade está em constante evolução, se adaptando às necessidades. Claro que isso leva milhares de anos, mas já é possível observar alterações como a redução dos pelos, assim como os dentes do siso ausente em algumas pessoas, nossa mandíbula está encurtando, nosso crânio se expandindo etc.
Nós viemos em paz.

Geral
Anônimo

Anônimo

Pq coça. Mas claro que essa coceira tem uma explicação FORA a falta de higiene ou possíveis doenças. Para explicar, vamos nos livrar de eufemismos e dar nomes aos bois de uma vez, ok?

Imagem meramente ilustrativa

Dentro da cueca, o dia todo, ficam o saco, as duas bolas e o pinto, todos amontoados, rodeados por pelos no meio das pernas. Claro que isso esquenta. E muito calor compromete a produção de sêmem. Por isso que o cérebro dispara aquela coceirinha: para que o homem movimente aquelas partes e areje um pouquinho. Mas uma coceirinha é pouco e a região não demora a reaquecer, logo, o ato precisa ser repetido várias vezes ao dia. Senão é capaz do conjunto cozinhar ali mesmo.

Outra causa da coceira é que o saco contrai. Tanto por conta da variação térmica quanto por que é outro mecanismo do corpo para que a região tenha algum movimento. Com esses movimentos, os pelos do saco acabam roçando, disparando a coceira e começa tudo de novo. E o ato de coçar é tido como uma das melhores recompensas que corpo pode se proporcionar.

Todavia, não é por isso que tá liberado coçar abertamente, sem se preocupar com quem está por perto. É socialmente grosseiro. Então vamos balancear:

Meninas: não façam caretas ou gritem quando ver um amigo coçar o saco. Não é fácil (nem saudável) resistir.

Meninos: na maioria dos casos, continuem se aliviando com aquela beliscadinha sutil. ;-)

Geral
Ana Carolina Ribas

Ana Carolina Ribas

Pq senão pareceríamos um boneco de posto ao andar. Buscar pelo equilíbrio é uma coisa que o corpo faz automaticamente. 

Quando andamos, o movimento das pernas faz com que nosso quadril se movimente de forma circular e leve consigo todo o tronco. O movimento dos braços se contrapõe ao do quadril e isso equilibra o corpo, nos poupando energia e desempenho muscular.

Pesquisadores da Universidade de Michigan foram além. Através de pesquisas com voluntários, constataram que andar com os braços colados ao corpo aumenta em 12% nosso gasto metabólico e que, realizando o movimento anti-balanço (movendo para frente o braço do mesmo lado da perna que dá o passo), o gasto vai para 26%.

Com essa descoberta, descartou-se a crença de que este movimento era um vestígio do nosso andar quadrúpede.

Geral
Ana Meliti

Ana Meliti

Pq não batemos o osso, mas sim um nervinho sem muita proteção que está bem ali - o nervo ulnar. Esse nervo tem exatamente a função de levar ao cérebro informações do nosso tato como queimaduras, frio, dor, etc. A forma como ele envia essas mensagens é exatamente através de impulsos elétricos - para cada estímulo, ele emite uma determinada carga que o cérebro traduz e nos informa. Acontece que, quando você bate nesse nervo, ele dispara uma carga exatamente igual à que dispara quando levamos um choque. E, portanto, o cérebro interpreta como uma descarga elétrica.