Geral
Reanimação cardíaca é mais eficiente quando feita no ritmo de "Macarena"

Um estudo espanhol mostra que fazer reanimação cardiopulmonar (RCP) no ritmo da canção Macarena, da banda Los del Río, é mais eficiente para salvar vidas. Realizado por Eva González, da Universidade de Barcelona, o estudo avaliou o uso de um aplicativo de ritmo e uma canção no caso, a Macarena) para melhorar a qualidade das compressões torácicas. O estudo será publicado na BMJ, revista que publica pesquisas de rigor científico, mas que também chegam à conclusões divertidas.

O orientador do estudo, professor Enrique Carrero, diz ter sugerido aos alunos da Faculdade de Medicina que estudassem maneiras de melhorar a qualidade da RCP como tema de conclusão de curso. Carrero diz que há outros estudos mostrando que o uso de músicas para ritmar a reanimação cardíaca é eficiente. "Mas a Macarena é uma música hispânica e muito conhecida - e isso é interessante para nós", diz ele, com bom humor.

No estudo, 164 alunos realizaram RCP num boneco durante dois minutos. Os alunos foram divididos em três grupos: o grupo de controle não tinha nenhuma ajuda para manter o ritmo da reanimação, outro usou um aplicativo e o terceiro usou o ritmo da Macarena. O ideal é que sejam feitas 100 a 120 compressões por minuto. O grupo de controle obteve sucesso em 24% das vezes, quem usou o aplicativo fazia 103 compressões por minuto. Já quem cantarolava a Macarena, obteve sucesso em 75% das vezes.

O professor explica a vantagem de cantarolar a canção durante a reanimação. Nem todo mundo vai ter um aplicativo ou outra ferramenta para controlar o ritmo das compressões durante o procedimento. Isso é fundamental e pode ser a diferença entre salvar a vida do paciente ou deixá-lo morrer. "Recordar uma música é grátis, simples e imediato", por isso decidimos fazer esse estudo, resume o professor Carrero.

Fonte: publico,es

Geral
Flávio Fernandes

Flávio Fernandes

Há teorias. Antes delas, é preciso explicar que, já no século V antes de Cristo, os filósofos gregos estabaleceram que o coração era relacionado à emoção (por ser quente e sempre em movimento) e o cérebro à razão (por ser frio e imóvel). Dito isso, vamos às teorias:

1ª) Se originou de uma pintura rupestre, onde uma forma semelhante indicava o coração de um mamute.

2ª) Em tempos remotos, o cisne simbolizava o amor, pois são fiéis aos seus pares e, quando um morre, o outro em pouco tempo também padece. Quando o casal de cisne se encontra, os pescoços formam esse símbolo.

3ª) Na antiguidade, a hera simbolizava imortalidade e poder. Sua folha teria inspirado o formato atual do símbolo do coração.

4ª) O filósofo Plutarco defende que, como no antigo Egito o pêssego era  considerado o fruto dos deuses, a símbolo deriva dele. 

5ª) Há ainda os que defendem que o símbolo surgiu da seguinte relação: coração > amor > sexo > desejo > .... bumbum. 


A teoria mais aceita pelos historiadores é a da folha de hera. Mas as outras continuam, no mínimo, curiosas. S2

Geral
Anônimo

Anônimo

Existem centenas de respostas a esta pergunta, já que o lugar mais romântico do mundo pode ser diferente para cada um. No entanto, podemos citar um lugar pra lá de inspirador para os apaixonados - a ilha Tavarua que tem a forma de um coração:


Ela possui uma àrea de 29 acres e fica em Fiji, país insular da Oceania.