Geral
Vinicius Sobreira

Vinicius Sobreira

Porque as mãos absorvem a água e, encharcada, a pele fica frouxa, certo? Errado.

Esta antiga explicação para o fenômeno exclusivo em humanos e macacos, era apoiada no fato de que a pele de mãos e pés é mais rica em melanina, o que aumentaria o nível de absorção e deixaria a pele murcha e inchada.

Mas esta teoria tinha alguns furos. O principal é que quem tem problemas nos nervos dos pés e das mãos não fica enrugado quando está de molho - ainda que esses problemas nos nervos não tenham acarretado nenhuma alteração nos níveis de melanina da pele.


Mas e então, por que isso acontece?

Ao que tudo indica, trata-se de mais uma função automática que a evolução implementou (ou está implementando) em algum update no sistema do corpo humano. Evolution Human - version 9.05481765436548768935e89w – PLUS ®

O revolucionário feature adapta a pele das mãos e dos pés para melhorar a tração quando estamos na água. Seria como se existisse uma tecnologia capaz de criar um pneu de Fórmula 1 que fica liso em pista seca, mas quando começa a chover, se transforma automaticamente em pneu de pista molhada.

Pneus de chuva da Fórmula 1: capazes de evacuar até 60 litros de água por segundo.

Mesmo que esta seja atualmente a resposta mais aceita pela comunidade científica, ainda não há provas irrefutáveis de que é o real (e único) motivo das nossas mãos e pés "envelhecerem" na água.

Mas se esta teoria estiver correta, provavelmente foi de uma significativa vantagem evolutiva para os primatas na busca de alimento e no deslocamento entre vegetação úmida ou árvores molhadas.

fonte

Geral
Guilherme Lourenço

Guilherme Lourenço

Hoje a expressão significa que a pessoa não deve ficar ansiosa para obter alguma resposta, que deve se acalmar, não ter expectativas. A origem está lá no século XIX, quando cavalos eram o meio de transporte mais comum. Daí que, quando se chegava na casa de alguém, se amarrava o cavalo à frente da casa. Mas, se o assunto se prolongava ou acontecia algum imprevisto (que fazia com que o visitante perdesse as expectativas de ir embora cedo), já avisavam para guardar o cavalo, caso chovesse. "Melhor tirar o cavalo da chuva" - e virou expressão.