Geral
Falta de CO2 ameaça produção de cerveja na Europa

Por causa do aquecimento global, é comum que as pessoas se preocupem com o excesso de CO2. No entanto, a venda de cerveja corre risco na Europa após escassez na produção do gás na Europa. Isso é ainda mais grave quando pensamos que o consumo aumenta durante a Copa do Mundo. Brigid Simmonds, da Associação Britânica de Cerveja e Pubs, disse que "em vista da época do ano (verão na Europa) e do Mundial, a situação surgiu em um momento infeliz para a indústria de cervejaria".

Uma das maiores fontes de CO2 alimentar na Europa são as usinas de amônia. A escassez aconteceu porque cinco dessas usinas foram desativadas no norte da Europa para manutenção. As principais fornecedoras de CO2 líquido, como a Praxair, Messer, Air Liquide e Linde, foram afetadas pelo problema. O Reino Unido foi o mais atingido, pois há apenas uma grande usina de CO2 em operação.

"O mercado europeu de amônia está mais apertado do que o normal nesta época do ano. Parece haver mais fábricas paralisadas do que o usual", disse Richard Ewing, editor na ICIS, empresa especializada em dados sobre mercados de amônia. Um porta-voz da Messer na Alemanha disse: É uma situação que acontece todos os anos nos meses de verão. A Messer tenta garantir o fornecimento aos clientes realocando a distribuição do produto na Europa."

Fonte

Geral
Valber Arnaud

Valber Arnaud

Pq quando as moléculas de uma substância são estimuladas por fatores como calor ou movimento elas reagem - e no caso da cerveja ela passa de líquida para sólida, virando uma espécie de "raspadinha" de cerveja. Tapa na cara de quem cabulou essa aula pq disse que o q se aprende na escola nunca será usado na vida real!

Quando está quietinha no freezer, a cerveja demora mais para congelar sozinha por causa do gás carbônico que fica colado nas paredes internas da garrafa. Mas quando vc toca a garrafa com a sua mão quentinha, esse calor faz esse gás se descolar e agitar as moléculas. Aí aos poucos vai se formando um gelinho aqui, outro gelinho ali até que toda a água da cerveja vira gelo. Quando vc faz movimentos bruscos com a garrafa o gás carbônico também se descola causando o mesmo efeito. Por isso é tão importante pegar a garrafa pelo gargalo, onde não há líquido e sempre com muito cuidado. Assim sua loura ficará apenas gelada e não congelada.

Geral
Matheus Boccaletti

Matheus Boccaletti

Você que é trouxa também pode se deliciar com esse néctar dos bruxos menores de idade sem precisar ficar batendo a cabeça numa coluna da estação de trem da sua cidade. Segue mais uma receita detonada pelo Muito Interessante:

CERVEJA AMANTEIGADA

Ingredientes:

  • 470 ml de sorvete de baunilha derretido
  • 4 colheres de sopa de manteiga
  • 200 g raiz de mandrágora escandalosa (pode ser substituída por açúcar mascavo)
  • 2 colheres de chá rasas de canela
  • 1/2 colher de chá rasa de dente de basilisco moído (se não tiver a fim de entrar na câmara secreta, pode substituir por noz moscada igualmente moída)
  • 1/4 colher de chá rasa de cravo moídos
  • 600 ml de baba de sereianos (ou cidra de maçã, que dá na mesma)

Como fazer:

Exceto a cidra, misture tudo e lance o feitiço glacius. Se for um trouxa, deixe no refrigerador (é assim que vcs chamam, não é?) até congelar. Depois, aqueça a cidra por 3 minutos para tirar o álcool (se vc for bruxo, use um focus que resolve em segundos). Encha o copo com a mistura gelada e depois derrame a cidra por cima. Está pronto! Se quiser, pode usar uns fios de cabelo de veela para decorar, embora elas fiquem realmente zangadas quando vc tenta tirar.

http://bit.ly/14fVrak

Geral
Brasileiro gasta 14% do salário com cerveja

Estudo mostra que o brasileiro gasta até 14% do salário-mínimo com cerveja. Claro que esse valor pode variar de acordo com o local e o tipo de cerveja consumido e o estudo levou em conta que cada brasileiro consome, em média, 6 litros de cerveja por mês. O gasto corresponde a 14% do salário-mínimo no caso dos paulistas ou 11% no caso dos cariocas, segundo estudo do Deutsche Bank publicado em junho de 2018. A pesquisa mapeou preços de 500 ml de cerveja em dólares em 48 cidades do mundo. Em SP, paga-se quase R$ 14 e, no Rio, R$ 12.

Segundo os dados da plataforma de descontos Cuponation, um tcheco consome 12 litros mensais e compromete aproximadamente 7% do seu salário caso ganhe o mínimo; caso ele consuma apenas 6 litros, como o brasileiro, o gasto cai para 4%. O alemão, cujo consumo mensal é de 9 litros, consome 5% do salário-mínimo local. Por fim, os belgas, tem a cerveja mais barata do mundo. Com 6 litros mensais, gasta apenas 4% do salário com cerveja - aproximadamente 3 vezes menos que o carioca ou o paulista.

Fonte