Geral
A Ciência comprova: beber cerveja faz bem para a saúde

Procurando justificar para a sua mulher porque você bebe? Você pode estar com sorte; Um estudo publicado no American Journal of the Modern Sciences chegou à conclusão de que a cerveja realmente tem mais benefícios para a saúde do que poderíamos pensar.

O South Morning China Post resumiu as descobertas: o néctar líquido é cheio de antioxidantes e contém mais proteínas e vitaminas do complexo B do que o vinho, que muitas vezes é considerado a bebida alcoólica mais "benéfica".

A cerveja pode até reduzir o risco de doenças cardiovasculares - desde que você não exagere, é claro. O estudo foca no "consumo moderado", o que significa que uma ou duas cervejas podem ser boas, mas uma dúzia é mais complicado de justificar.

Ainda assim, os pesquisadores aconselham que os médicos relaxem sua visão sobre o consumo de bebida alcoólica: os médicos devem estar cientes das crescentes evidências que apoiam os benefícios nutricionais e de saúde do consumo moderado de álcool como estilo de vida saudável.

Esta não é a primeira pesquisa mostrando que a cerveja melhora a saúde: estudos anteriores argumentaram que o consumo moderado de cerveja pode aumentar sua criatividade, reduzir o risco de diabetes e até mesmo hidratar você mais eficientemente do que a água.

Nem todos os resultados foram surpreendentes - pesquisadores espanhóis descobriram que o consumo de cerveja fazia os participantes se sentirem mais engraçados, mais atraentes e mais inteligentes. Como não amar essas pesquisas?

Fonte

Instagram

O que você escolheria se estivesse com R$1,00 no bolso em 1994? Alguns exemplos: 1 garrafa de cerveja, 1 Kinder Ovo, 1 dólar ou 1kg de frango.

No dia 1 de Julho de 1994 entrou em circulação no Brasil o Real, moeda em circulação no país até os dias de hoje. Confira o valor de diversas coisas na época:

No lançamento do Plano Real, o governo lançou mão de três "garotos propagandas" inusitados: o frango, o pão francês e a dentadura. O objetivo era mostrar o poder de compra da nova moeda. Em 1994, por exemplo, com uma nota de R$1 era possível comprar 1 quilo de carne de frango ou 10 pãezinhos. A propaganda da carne de frango foi tão grande que o consumo anual subiu de 14 kg por pessoa, em 1994, para 40 kg, em 2008, segundo dados da União Brasileira de Avicultura (Ubabef)

O primeiro salário mínimo do plano Real foi de R$64,79

O quilo de arroz custava R$0,64 e o feijão R$1,11 em julho de 1994, em São Paulo, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos)

Escort Hobby 1.0 (R$7.386 à época), o Gol 1.000 (R$7.243), o Uno Mille (R$7.254) e o Corsa Wind 1.0 (R$7.350) eram os carros mais baratos das montadoras brasileiras.

Jack Daniel’s Tenessee Whiskey por R$33,50, segundo panfleto das lojas Depósito Normal.

O ingresso para o filme “Um tira da pesada 3”, com Eddie Murphy, custava R$5 no Shopping Iguatemi, em São Paulo, em um domingo à noite em 1994

Chitãozinho e Xororó, em agosto de 1994, fizeram um show no Palace, o ingresso mais barato saiu por R$15, e o mais caro, por R$35

Teresina e João Pessoa tinham o passe de ônibus mais barato entre as capitais do país em julho de 1994: R$0,29. A passagem mais cara era em Brasília, R$0,54.

O litro da gasolina estava R$ 0,55, em média, nos postos de São Paulo no dia 18 de julho de 1994, segundo uma reportagem da Folha à época. O álcool saía por R$ 0,44.

Uma refeição na churrascaria Fogo de Chão, em São Paulo, saía entre R$ 13 e R$ 24 por pessoa em 1994, segundo a Revista da Folha.

Um apartamento de 211m² com 3 dormitórios (com uma suíte), varanda com churrasqueira e duas vagas na garagem no Panamby, região nobre da Zona Sul da capital paulista saía por R$ 94.340 em 7 de agosto de 1994.

Notas de R$1, que pararam de ser fabricadas em 2005, hoje em dia são vendidas em sites de leilão, as já utilizadas são vendidas por até R$ 20. As cédulas mais raras, com menor tiragem e classificadas pelos especialistas como "flor de estampa", chegam a valer R$100.

Fontes 1, 2, 3

Geral
Falta de CO2 ameaça produção de cerveja na Europa

Por causa do aquecimento global, é comum que as pessoas se preocupem com o excesso de CO2. No entanto, a venda de cerveja corre risco na Europa após escassez na produção do gás na Europa. Isso é ainda mais grave quando pensamos que o consumo aumenta durante a Copa do Mundo. Brigid Simmonds, da Associação Britânica de Cerveja e Pubs, disse que "em vista da época do ano (verão na Europa) e do Mundial, a situação surgiu em um momento infeliz para a indústria de cervejaria".

Uma das maiores fontes de CO2 alimentar na Europa são as usinas de amônia. A escassez aconteceu porque cinco dessas usinas foram desativadas no norte da Europa para manutenção. As principais fornecedoras de CO2 líquido, como a Praxair, Messer, Air Liquide e Linde, foram afetadas pelo problema. O Reino Unido foi o mais atingido, pois há apenas uma grande usina de CO2 em operação.

"O mercado europeu de amônia está mais apertado do que o normal nesta época do ano. Parece haver mais fábricas paralisadas do que o usual", disse Richard Ewing, editor na ICIS, empresa especializada em dados sobre mercados de amônia. Um porta-voz da Messer na Alemanha disse: É uma situação que acontece todos os anos nos meses de verão. A Messer tenta garantir o fornecimento aos clientes realocando a distribuição do produto na Europa."

Fonte

Instagram

A cerveja é um poderoso anti-rugas, melhor do que cremes anti-envelhecimento, segundo estudo feito pelo Departamento de Pediatria, Obstetrícia e Ginecologia da Universidade de Valência orquestrado pela Dra. Pilar Codoñer Franch.

Os antioxidantes presentes na cerveja ajudam a combater os radicais livres - moléculas responsáveis pelo envelhecimento do corpo. A cerveja, que contém mais de 200 componentes, incluindo vitamina B, ácido fólico (B1, B2, B12) e polifenóis - um grupo de antioxidantes naturais também encontrados em frutas e vegetais -, também ajuda a manter seus consumidores livres de linhas de expressão.

A cerveja tem vitaminas e polifenóis que também estão presentes nos vegetais. Quando a pele envelhece, há um desequilíbrio entre os elementos oxidantes e antioxidantes, favorecendo os oxidantes, por isso os elementos da cerveja ajudam a melhorar a pele. Os antioxidantes da cevada cozida, ingrediente base da bebida, e as características sensoriais desta bebida (aroma, textura, cor), interagem com as proteínas e açúcares responsáveis pelo aparecimento de compostos que induzem a formação de radicais livres. A quantidade de antioxidantes presentes na cerveja pode variar dependendo da marca e do processo de fabricação. Por isso, é preciso observar as indicações de fabricação.

Fonte

Geral
Valber Arnaud

Valber Arnaud

Pq quando as moléculas de uma substância são estimuladas por fatores como calor ou movimento elas reagem - e no caso da cerveja ela passa de líquida para sólida, virando uma espécie de "raspadinha" de cerveja. Tapa na cara de quem cabulou essa aula pq disse que o q se aprende na escola nunca será usado na vida real!

Quando está quietinha no freezer, a cerveja demora mais para congelar sozinha por causa do gás carbônico que fica colado nas paredes internas da garrafa. Mas quando vc toca a garrafa com a sua mão quentinha, esse calor faz esse gás se descolar e agitar as moléculas. Aí aos poucos vai se formando um gelinho aqui, outro gelinho ali até que toda a água da cerveja vira gelo. Quando vc faz movimentos bruscos com a garrafa o gás carbônico também se descola causando o mesmo efeito. Por isso é tão importante pegar a garrafa pelo gargalo, onde não há líquido e sempre com muito cuidado. Assim sua loura ficará apenas gelada e não congelada.

Geral
Brasileiro gasta 14% do salário com cerveja

Estudo mostra que o brasileiro gasta até 14% do salário-mínimo com cerveja. Claro que esse valor pode variar de acordo com o local e o tipo de cerveja consumido e o estudo levou em conta que cada brasileiro consome, em média, 6 litros de cerveja por mês. O gasto corresponde a 14% do salário-mínimo no caso dos paulistas ou 11% no caso dos cariocas, segundo estudo do Deutsche Bank publicado em junho de 2018. A pesquisa mapeou preços de 500 ml de cerveja em dólares em 48 cidades do mundo. Em SP, paga-se quase R$ 14 e, no Rio, R$ 12.

Segundo os dados da plataforma de descontos Cuponation, um tcheco consome 12 litros mensais e compromete aproximadamente 7% do seu salário caso ganhe o mínimo; caso ele consuma apenas 6 litros, como o brasileiro, o gasto cai para 4%. O alemão, cujo consumo mensal é de 9 litros, consome 5% do salário-mínimo local. Por fim, os belgas, tem a cerveja mais barata do mundo. Com 6 litros mensais, gasta apenas 4% do salário com cerveja - aproximadamente 3 vezes menos que o carioca ou o paulista.

Fonte

Instagram

Pesquisadores da Universidade de Iowa descobriram que quem toma um a dois drinks alcoólicos por dia envelhece melhor do que pessoas que não bebem.

Usando dados do Gene Expression Omnibus disponível publicamente, o estudo comparou o DNA de pessoas que não bebiam álcool, bebiam com moderação e bebiam de maneira exagerada. A ideia era saber qual a idade biológica em comparação à idade cronológica destas pessoas. Aos que consomem 1 a 2 bebidas o envelhecimento foi melhor e estavam em boa forma, mas para aqueles que extrapolavam o corpo envelheceu mais rapidamente.

Ou seja, tomar uma ou duas cervejas no happy hour da empresa, ou beber uma taça de vinho em casa, todos os dias, faz bem para a saúde. O ideal é beber depois do trabalho para não estar alcoolizado durante a labuta. Mas atenção, sempre beba com moderação!

#pracegover: Tomar cerveja depois do trabalho faz bem para a saúde, sugere estudo.

Fonte

Geral
Matheus Boccaletti

Matheus Boccaletti

Você que é trouxa também pode se deliciar com esse néctar dos bruxos menores de idade sem precisar ficar batendo a cabeça numa coluna da estação de trem da sua cidade. Segue mais uma receita detonada pelo Muito Interessante:

CERVEJA AMANTEIGADA

Ingredientes:

  • 470 ml de sorvete de baunilha derretido
  • 4 colheres de sopa de manteiga
  • 200 g raiz de mandrágora escandalosa (pode ser substituída por açúcar mascavo)
  • 2 colheres de chá rasas de canela
  • 1/2 colher de chá rasa de dente de basilisco moído (se não tiver a fim de entrar na câmara secreta, pode substituir por noz moscada igualmente moída)
  • 1/4 colher de chá rasa de cravo moídos
  • 600 ml de baba de sereianos (ou cidra de maçã, que dá na mesma)

Como fazer:

Exceto a cidra, misture tudo e lance o feitiço glacius. Se for um trouxa, deixe no refrigerador (é assim que vcs chamam, não é?) até congelar. Depois, aqueça a cidra por 3 minutos para tirar o álcool (se vc for bruxo, use um focus que resolve em segundos). Encha o copo com a mistura gelada e depois derrame a cidra por cima. Está pronto! Se quiser, pode usar uns fios de cabelo de veela para decorar, embora elas fiquem realmente zangadas quando vc tenta tirar.

http://bit.ly/14fVrak