Geral
Anônimo

Anônimo

É né? Apesar dele ser coberto 70% por água. 

Pois bem: hoje todos temos esse dado da água, mas antigamente ninguém sabia. Então, entendia-se a terra seca (do latim ters) como o lugar onde se vivia, onde se morava. Terra era sinônimo de vida humana. E assim o termo foi pegando, se espalhando. Todo lugar "morável", passível da nossa existência, era terra. E é ainda hoje, né? E, apesar de termos essa noção de mais água do que terra, chamamos o planeta de Terra por ser o lugar onde vivemos. :)

Geral
Josimar Machado

Josimar Machado

Por observação. E não falamos de observação popular um por um dia, um ano ou uma década. O zodíaco foi resultado de observações e estudados de sábios por séculos.

Muitos cientistas hoje têm a astrologia como superstição, uma pseudo-ciência pois, de fato, não há provas concretas de que duas pessoas nascidas sob o mesmo signo tenham de fato semelhanças comportamentais, muito menos que essas semelhanças sejam influência dos corpos celestes. O que a astrologia apresenta são análise e suposições. Todavia, assim também são os átomos. Quem consegue provar de forma irrefutável a existência dos átomos? Quem ousa discordar? Objetivamente falando, nunca ninguém viu um átomo. Todas as representações dele são produzidas. Chegou-se ao modelo atômico de Rutherford-Bohr (que usamos hoje) através de experiências onde foram analisadas as reações de partículas. Não é como uma bactéria ou uma célula, que podem ser vistas. Portanto, o modelo atômico é uma teoria, assim como os buracos negros e a própria evolução

A ciência muitas vezes chega em soluções que são apenas suposições baseadas em observação, estudos ou derivadas de outras teorias. Tanto que a história acadêmica já tirou e recolocou a astrologia como matéria disciplinar. É uma discussão que não cabe aqui. Voltemos para a origem do zodíaco (que, aliás, vem do grego "círculo de animais"). 

Há registros de estudos astrológicos relacionando comportamento humano à posição dos astros celestes que datam do século VII a.C.. Observando supostas nuances comportamentais semelhantes em pessoas nascidas em determinada época, eles concluíram que eram doze épocas distintas e que elas se apresentavam de forma cícllica. Pegaram então a rota solar e relacionaram cada época com a constelação por onde o Sol estava passando durante ela. Os nomes das constelações batizaram os signos e elas têm origem mitológica:

Áries: era o carneiro de ouro da história mitológica grega "Jasão e o Velocino de Ouro".

Touro: um dos animais no qual Zeus, o deus grego supremo e adúltero, se metamorfoseou. Neste caso, para sequestrar a princesa Europa (aliás, dessa união nasceu Minos, pai do Minotauro).

Gêmeos: em homenagem a Cástor e Póllux, os gêmeos guerreiros filhos de Zeus.

Câncer: um caranguejo que Hera enviou para matar Hércules. Claro que nem deu pro cheiro, mas a coragem lhe valeu uma constelação.


Leão:
inspirado do Leão de Neméia, um dos 12 trabalhos de Hércules.

Virgem: representa a deusa Astréia, filha de Zeus, que tentou viver entre os homens mas não tolerou e voltou ao Olimpo, sendo a última divindade a entrar lá.

Libra: também chamado de Balança, é exatamente a representação da balança ostentada por Thêmis, a deusa da justiça.

Escorpião: aparece ao lado da constelação de Órion e não é por acaso. Órion foi o gigante por quem a deusa Ártemis se apaixonou. Enciumado, o irmão gêmeo da deusa, Apolo, fez com que Órion morresse picado por um escorpião (as Três Marias são o cinturão de Órion).

Sagitário: representa Quíron, o mais sábio dos centauros, criado por Apolo e professor de heróis como Teseu, Jasão, Aquiles e Hércules.

Capricórnio:
tem duas origens. Para o carneiro completo, simboliza a cabra Almatéia, que amamentou Zeus quando este se escondia do pai. Para o meio carneiro meio peixe, simboliza Pan, o deus que, fugindo do titã Tífon, não teve tempo de se transformar por completo e morreu.

Peixes: também para fugir do terrível Tífon, Afrodite e Eros se transformaram em peixes e conseguiram. Atena imortalizou a fuga na constelação.

Aquário: este tem origem babilônica. É o chamado "Agueiro" e representa o início da época de chuvas. 

Ok, mas acreditando ou não, fato é que a maioria de nós simpatiza pelo menos da simbologia do seu signo. Para os que gostam, nosso ilustrador fez cada um deles interagindo com o olho Curioso, olho símbolo do @interessante! Se você curtiu o desenho (que deu um trabalhão pra fazer) pode copiar o do seu signo e postar nas em seus perfis nas redes sociais. Só não esquece de dizer de onde tirou. ;-P Também vale enviar o desenho do signo para um amigo ou amor <3