Geral
Thayná Cordeiro

Thayná Cordeiro

Pq quando começa a ferver, a água que faz parte da composição do leite vai evaporando, deixando-o mais espesso e cremoso. Isso faz com que as bolhas de fervura do leite tenham películas mais fortes e difíceis de estourar. Aí a leiteira vai ficando cheia de ar, fazendo o leite subir e muitas vezes sujar o fogão. 

A água não sobe pq não fica cremosa e as bolhas estouram antes que ela possa subir.

Geral
Alisson Alves

Alisson Alves

Não, mas mesmo assim eles precisam de água no seu organismo tanto quanto qualquer outro ser vivo. A sede nada mais é do que o corpo falando que precisa repor a água que gastamos. Os peixes não têm essa sensação porque vivem bebendo água, estão mergulhados nela! (you don't say?)

Mas existe uma diferença entre os peixes de água doce e dos de água salgada: os de água salgada bebem mais. Isso porque os de água doce mantém o equilíbrio da água do corpo com seu ambiente facilmente. Porém, o sal absorve água. Nessa, os peixes de água salgada acabam perdendo mais água do seu próprio corpo para seu ambiente. Daí precisam ingerir maior quantidade do que seus primos que não moram no mar.


Geral
Anônimo

Anônimo

Pq ele não quer ser lavado. Uma das auto-defesas do sêmem é se tornar cada vez mais grudento em reação a líquidos ou calor, isso pq é assim que é o interior de uma vagina - molhado e quente. Esse mecanismo se deve ao fato da nossa espécie ser promíscua (calma gente).

Machos de espécies em que os casais são eternamente fiéis não têm que lidar com competição na hora de reproduzir. Todavia, nós (assim como os chimpanzés, que são mais ainda) não seguimos este padrão e muitos temos mais do que um parceiro sexual durante a vida inteira. Isso gera uma competitividade na hora de perpetuar seus genes e aí entra a evolução (esta linda), fazendo com que o saco escrotal seja maior que a média (para produzir mais sêmem) e que o esperma seja o mais grudento, para ficar colado dentro da fêmea e não perder área para um possível concorrente que venha logo a seguir.  Em algumas espécies o esperma é tão viscoso que chega a criar um tipo de tampão que quase bloqueia a entrada de outro.

É por isso que os especialistas sugerem que não se abra o olho quando o esperma cai ali acidentalmente. Segundo oftalmologistas, o ideal é retirar o máximo que puder antes de enxaguar e apesar de o olho ficar irritado, não se deve coçar. Coceira provoca lacrimejo e o sêmem fica ainda mais grudendo, lembra? Depois de tirar todo o excesso, indica-se o uso de um colírio de limpeza.

Instagram

Mais de 60% do corpo de um ser humano adulto é composto de água. Água é fundamental para o bom funcionamento do organismo, para o transporte dos nutrientes, regulação da temperatura corporal, entre outras funções.

Segundo publicação de Mariana Varella, editora do Portal Drauzio Varella, é mito dizer que precisamos tomar 2 litros de água por dia, pois na verdade, a quantidade de água a ser ingerida depende de uma série de fatores que vão desde a quantidade de exercício realizada até a temperatura do ambiente que estamos. Por exemplo: quem corre todos os dias necessita de mais água do que alguém que faz caminhadas três vezes por semana.

Nível de atividade física: Quem corre todos os dias necessita de mais água do que alguém que faz caminhadas três vezes por semana. Portanto, quanto mais intensa a atividade física realizada, maior a quantidade de água necessária. Também é importante tomar água durante e depois das atividades físicas.

Clima: Quem mora em cidades quentes precisa de mais água do que quem mora em locais mais frios. Também precisamos de mais água no verão, quando suamos mais e, portanto, perdemos mais água, do que no inverno.

Metabolismo: Quem tem um metabolismo mais acelerado necessita de mais água do quem tem o metabolismo mais lento.

Peso: Uma pessoa de 100 kg precisa de mais água do uma de 50 kg. Quanto maior o peso, maior a necessidade de água.

Dieta: Se você ingere muito sal, vai precisar de mais água do quem come mais frutas e verduras, que são ricas em água.

Estado geral: Algumas condições físicas interferem na necessidade de água. Se você tiver febre, por exemplo, deverá aumentar a ingestão de líquidos. A mesma dica vale para quem apresentar episódios de diarreia ou vômitos. Para repor o líquido perdido, opte por caldos e sopas em vez de líquidos açucarados. Algumas doenças, como insuficiência renal, por exemplo, exigem limitação da quantidade de água ingerida.

Consumo de álcool: Se for ingerir álcool, procure alternar a bebida alcóolica com água. A dica é tomar um copo de água depois de cada drinque, já que o álcool ajuda a desidratar o organismo.

Segundo Varella, que é formada em Ciências Sociais pela USP e atua na área de jornalismo de saúde, com foco em saúde da mulher, para que não reste dúvidas, observe a frequência com que você urina e a cor da sua urina. O ideal é que ela seja amarelo-clara. Se a urina estiver amarelo-escura e com odor forte e você estiver indo menos vezes do que costuma ao banheiro, é sinal de que está ingerindo pouca água. Tome dois copos de água para se hidratar. Por outro lado, se estiver urinando muito e a urina estiver límpida, transparente, provavelmente você está ingerindo água em excesso. Tomar muita água, além da necessidade, pode causar diluição do sangue e, em casos extremos, do sódio no organismo.

O consumo de água em excesso, segundo estudo da Universidade Monash, ativa um mecanismo de proteção no cérebro que inibe o ato de engolir. Ao forçar a ingestão do líquido, essa proteção é ultrapassada e há um risco de intoxicação.

Os resultados do estudo mostraram que beber água quando não estamos com sede exigiu um esforço três vezes maior para engolir do que a ingestão do líquido logo após o exercício. Nesse momento, a parte do cérebro mais ativa foi a área pré-frontal direita. Os pesquisadores acreditam que essa região entra em cena para substituir o mecanismo de proteção e permitir que consigamos engolir a água.

Fontes 1 e 2

Geral
Anônimo

Anônimo

Em primeiro lugar, precisamos entender o que de fato é a cor de um objeto. Como todos que já viram a famosa capa do disco Dark Side of The Moon, do Pink Floyd, sabem, um feixe de luz branco é, na verdade, composto por diversos outros feixes coloridos.

Tudo o que enxergamos é, na verdade, a luz refletida pelos objetos. Por isso que, quanto mais luz no ambiente, mais luz o objeto rebate e mais claro ele fica aos nossos olhos. Quanto menos luz, menos luz rebatida e mais escuro ele fica até não ter mais luz nenhuma para ele refletir e tudo ficar completamente escuro. 

Ok, e quanto às cores dos objetos? Um objeto vermelho absorve todas as cores da luz branca, menos a vermelha. Esse feixe vermelho refletido é o que chega nos nossos olhos. Por exemplo uma maçã: ela absorve todas as cores menos a vermelha, que reflete para nós e, assim, vimos a maçã vermelha.  

Blz? Agora vamos botar água no meio disso. Uma das maravilhosas características dessa nossa amiga responsável por toda vida na Terra é absorver a luz. Isso pq, quando a luz bate na água, as moléculas da água vão rebatendo os feixes coloridos entre elas até joga-los do outro lado. Ela faz tipo uma "ponte", levando a luz de um lado do material até o outro. Logo, parte da luz, ao invés de refletir, atravessa. Menos luz refletida significa menos cor chegando aos nossos olhos, o que significa tom mais escuro.

Por isso que o mesmo não acontece com materiais impermeáveis como couro, plástico ou uma maçã. Por mais q molhemos, não entra água e, portanto, nada de ponte para a luz sair do outro lado! Ficou claro?
Clique em um lugar inesperado para ser transferido para a mensagem secreta.