Instagram

Quantos amigos você tem? Pensou? Você tem metade disso! Você pode acreditar que é uma pessoa popular, mas uma nova pesquisa psicológica sugeriu que apenas 50% das pessoas que você considera que são seus amigos pensariam a mesma coisa de você.

Estudo feito por cientistas da Universidade de Tel Aviv, de Israel, e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos concluiu que as pessoas têm uma má percepção dos laços de amizade e são incapazes de diferenciar os “amigos” dos “conhecidos”. A pesquisa revelou que apenas 50% das pessoas correspondem ao sentimento de amizade.

“Acontece que nós somos ruins em julgar quem são nossos companheiros”, disse o Dr. Erez Shmueli, que conduziu a parte israelense da pesquisa. “A nossa dificuldade em determinar a proporção de amizade limita significativamente a nossa capacidade de se envolver em acordos de cooperação. Nós aprendemos que não podemos confiar em nossos instintos ou intuição. Deve haver uma maneira objetiva de medir essas relações e quantificar seu impacto”, disse.

Os cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts separaram 600 estudantes da Europa, Estados Unidos e Israel, e pediram para eles avaliarem os níveis de amizade e a expectativa de reciprocidade.

“Descobrimos que 95% dos participantes pensavam que seus relacionamentos eram mútuos. Se você acha que alguém é seu amigo, espera que ele se sinta da mesma maneira. Mas, na verdade, não é o caso, pois apenas 50% se classificaram no nível de amizade bidirecional”, explicou o Dr. Shmueli.

“As relações que são retribuídas são importantes por causa da influência social. Então, neste experimento, analisamos que os diferentes incentivos para a afeição faz com que a pressão pela amizade supere pelo dinheiro em termos de motivação”, disse.

Os cientistas acreditam que um “algoritmo de amizade” desenvolvido como resultado do estudo mostra um nível extremamente alto de precisão para saber se uma amizade será unilateral ou não. “Nosso algoritmo não só diz se uma amizade é reciproca ou não como também determina a direção e o sentido dela”, concluiu Scmueli.

Fonte

Instagram

Segundo avaliação da Universidade de Sussex (Inglaterra) sobre o sistema educacional e a situação das professoras e professores em 35 países, no item 'respeito ao magistério', o Brasil ficou em último lugar com apenas um ponto de 100 possíveis. O levantamento foi feito com mil adultos, além de 5.500 professoras e professores em cada um dos 35 países avaliados.

Ranking de respeito às professoras e aos professores:

Mais respeito:

  • China - 100 pontos
  • Malásia - 93 pontos
  • Taiwan - 70 pontos
  • Rússia - 65 pontos
  • Indonésia 62 - pontos

Menos respeito:

  • Argentina - 24 pontos
  • Gana - 19 pontos
  • Itália - 14 pontos
  • Israel - 7 pontos
  • Brasil - 1 ponto

Fonte

Instagram

Segundo Censo Canino 2018, promovido por uma empresa que oferece serviços de hospedagem ou passeio aos cães, feito com base em mais de 670 mil cadastros, os nomes de cachorros preferidos pelos brasileiros são Thor e Mel.

No top 5 nomes de fêmeas estão, por ordem de quantidade: Mel, Nina, Luna, Mag e Lola.

Nos machos o top 5 segue com Thor, Luke, Bob, Fred e Teo.

O top 10 raças são: vira-lata, shih tzu, yorkshire, poodle, lhasa apso, buldogue francês, golden retriever, maltês, labrador e pug.

Para encontrar seu próximo grande companheiro ou companheira, o Thor, a Mel, Amora, Bella, Papaya, Rex acesse http://amigosdesaofrancisco.com.br/

Fonte

Instagram

A mais antiga comemoração do dia das mães é mitológica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, a Mãe dos Deuses. A Enciclopédia Britânica diz: "Uma festividade derivada do costume de adorar a mãe, na antiga Grécia. A adoração formal da mãe, com cerimônias para Cibele ou Rhea, a Grande Mãe dos Deuses, era realizada nos idos de março, em toda a Ásia Menor." Continue lendo...

Instagram

O Dia do Silêncio existe e é comemorado hoje, 7 de maio!

Esta data visa conscientizar as pessoas dos males que a poluição sonora provoca, em diversos aspectos, para a queda da qualidade de vida das pessoas. Além de consequências físicas, o excesso de ruídos também prejudica a concentração e eleva os níveis de stress.Continue lendo...

Instagram

Pesquisa da Universidade Pepperdine, nos Estados Unidos, mostra que pessoas que são capazes de admitir que seus conhecimentos e opiniões podem estar errados são, na verdade, mais bem informados do que quem acha que já sabe de tudo.

A pesquisa feita com 1.200 participantes analisou o conceito de humildade intelectual e seu oposto, o excesso de confiança intelectual (ter certeza de que você está certo sempre). Ter confiança é importante, mas o exagero pode ser um problema.

"Aqueles que acreditam que o conhecimento é certo são suscetíveis de tirar conclusões definitivas incorretamente de evidências ambíguas" diz o estudo, liderado psicóloga Elizabeth J. Krumrei-Mancuso e publicado no The Journal of Positive Psychology. "Ou seja, os indivíduos tendem a distorcer as informações para se ajustarem às suas crenças epistemológicas, o que pode afetar sua interpretação e aquisição de conhecimento."

Fonte

Instagram

A conta é simples, se dormimos 8 horas por dia isso equivale a 1/3 do dia que tem 24 horas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a expectativa de vida do brasileiro é hoje de 71,3 anos anos. Considerando as ideais oito horas de sono diárias podemos dizer que um brasileiro médio passa 23 anos, 9 meses e 7 dias de sua vida dormindo.Continue lendo...