Geral
Anônimo

Anônimo

Perguntamos o nosso cachorrinho de estimação e a resposta foi "Au au au au, au au. Au au au au". Traduzindo: "São vários os motivos que me faz arranhar o lugar onde vou dormir, meu amigo". E como pessoas boas que somos, tentaremos responder da melhor maneira.

Conforto

Assim como a gente dá aquela "afofada" no travesseiro, os cachorros também gostam de dormir em um lugar confortável. Por isso eles podem arranhar a cama antes de dormir, estão apenas deixando o seu cantinho mais agradável, sedoso e macio.

Marcação de Território

Outro motivo que levam os cães a arranhar sua cama é a carga genética que carregam desde os seus ancestrais, os lobos. Suas glândulas sudoríparas são encontradas nas patas, sendo assim, quando o cachorro arranha a cama ele está liberando seu suor ali. Esta é uma das maneiras que eles encontram para dizer que aquele espaço tem dono. A outra maneira vocês conhecem, é fazendo o tradicional xixizinho com a patinha levantada.

Regular a Temperatura

Sabe quando a gente vira o travesseiro para dormir no lado mais geladinho da fronha? Os cachorros também podem ter preferências na hora de dormir, e se ele estiver dormindo fora de casa por exemplo, pode tentar cavar o local onde for dormir na tentativa de encontrar um solo mais fresco para deitar.

Unha Grande

Dê uma conferida no tamanho das unhas do seu cachorrinho. Talvez o único motivo dele estar arranhando a cama seja as unhas grandes, e fica fácil resolver isso.

Sexo
Anônimo

Anônimo

Sim. E não. Calma, a gente explica!

Em primeiro lugar é preciso deixar claro que, no Brasil, o pênis grande pode ser considerado aquele que ultrapassa a média nacional dos 13 centímetros. Agora, respondendo a sua pergunta, nobre leitor, de acordo com o ginecologista Dr. Valter Almeida Ferreira Jorge, a vagina da mulher é bastante elástica, tanto que durante o parto, um neném pode passar por ali, o que teoricamente não causaria nenhum desconforto na hora do sexo. Entretanto, o pênis muito grande pode alcançar o colo do útero e isso sim causa um desconforto na sua parceira. Apesar deste contato, não há riscos para a saúde da mulher, mas é sempre bom saber de sua parceira se ela se sente incomodada ou não, afinal, deveria ser um momento de prazer tanto para ela quanto para você.

Faça a sua pergunta e ajude a escolher qual deve ser a próxima respondida clicando AQUI

Geral
Anônimo

Anônimo

Passamos um tempão vasculhando a internet toda à procura da resposta e não encontramos nada muito confiável. Como ela é mais complexa, resolvemos procurar quem entende do assunto.

Entramos em contato com um ministro do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson, para tirar a nossa dúvida. Segundo ele, se o assunto da dupla cidadania não estiver especificado num acordo internacional entre os países, o cidadão é livre para escolher por quem lutar.

Mas espera. E se estivermos morando em um país com alistamento obrigatório e optarmos por lutar pelo outro país que temos cidadania? Será que faz sentido viajar para outro país só para lutar em uma guerra?

Consultamos o ex-oficial do Exército e Mestre em Aplicações Militares pela Escola de de Aperfeiçoamento de Oficiais, André Luís de Carvalho. Para ele, se você for servir, em geral, vai ser pelo país que estiver morando. Mesmo se as suas duas cidadanias sejam de países com alistamento obrigatório. Tá confuso? Olha três exemplos hipotéticos:

Brasil x Argentina = Alistamento obrigatório x voluntário

Digamos que você tenha cidadania brasileira e argentina. Caso haja alguma guerra e você more no Brasil, terá que servir ao exército brasileiro. Mas, se você morar na Argentina, o Brasil não pode te obrigar a servir. E aí você pode ficar sentado da sua poltrona hermana assistindo o Call of Duty rolar, já que na Argentina o alistamento é voluntário.

Rússia x China = Alistamento obrigatório x obrigatório

Vamos fingir que, em um mundo paralelo, você tem cidadania russa e chinesa. Se os dois países entrarem em guerra, você vai lutar por aquele onde mora no momento. E pronto, é isso.

França x Inglaterra = Alistamento voluntário x voluntário

Agora, se você possui cidadanias em dois países onde o alistamento é voluntário, sinta-se um homem de sorte. Você pode optar por lutar pela França, pela Inglaterra ou lutar coisíssima nenhuma e ficar de bouas por aí passando o tempo com o seu Gameboy.

Por mais que a obrigação do alistamento seja um pesadelo para os homens brasileiros, saiba que eles não estão sozinhos no mundo. No mapa abaixo, todos os países em verde-escuro também exigem isso de seus cidadãos:

“Ah, mimimi, mas só os homens precisam lutar em guerras.”

Calma, não é bem assim. Em países como o Iraque, Líbia e Coreia do Norte, o serviço militar é obrigatório também para mulheres.

Aqui no Brasil, as moças podem se voluntariar para participar, temporariamente ou não. Além dos cargos de saúde e administrativos, desde 2012 podem atuar também na área de combate.

Vale lembrar também que, se um país decretar a Lei Marcial (que impõe o regime militar em uma situação extrema), o exército pode convocar qualquer pessoa para servir. E é bom torcer para que isso não aconteça.

Faça a sua pergunta e ajude a escolher qual deve ser a próxima respondida clicando AQUI

Geral
Anônimo

Anônimo

É tudo culpa da cinetose.

Cinetose é conhecida como "enjoo de movimento" e acontece com algumas pessoas quando estão dentro de algum meio de transporte, seja ônibus, avião, carro, barco, metrô...

É a consequência (muitas vezes, hereditária) de uma perturbação no sistema vestibular, que fica dentro dos nossos ouvidos, e é responsável pelo equilíbrio. Ele identifica informações contraditórias em nossos sentidos e avisa ao nosso corpo que tem algo errado.

O que acontece é o seguinte: quando estamos sentados num carro, por exemplo, nossos cérebros identificam que estamos parados, entretanto, o ambiente está se movimentando. Isso causa uma confusão danada no cérebro, que não entende como podemos estar parados e nos movimentando ao mesmo tempo.

Algo parecido acontece quando estamos no cinema. Nosso corpo todo está em repouso, mas nossos olhos se agitam junto com as cenas do filme - diferente do que acontece quando caminhamos. Como fazemos isso intencionalmente, nosso cérebro consegue interpretar as informações dadas pelos nossos sentidos e entender que está tudo nos conformes.

Olhar para a paisagem em movimento ajuda o cérebro a entender que você está, sim, se movimentando. Por isso que é fácil sentir enjoo quando estamos lendo um livro dentro do ônibus. Quando o corpo e os olhos estão em um ponto fixo, o cérebro não entende qual a necessidade de tanto movimento assim.

Ryan Gosling agrega valor a esse post.

Existem outros jeitos de amenizar esses enjoos. Não ler durante as viagens, não sentar de costas para a direção que o veículo se locomove e ficar perto da janela (aberta, se possível) são três deles.

Mulheres estão mais propensas a sentir esses enjoos. Então, quando vier algum engraçadinho perguntar se você está grávida, dê um corte nele falando que você tem vestibulopatia temporária e isso se agrava quando alguém faz pergunta idiota. Hehe.

Para saber de verdade se você possui cinetose, é bom fazer uma visitinha ao médico.

Mas não é qualquer médico, tem que ser no otorrinolaringologista (a especialidade médica com o nome mais legal de todos).

Geral
Hugo Demiglio

Hugo Demiglio

Por causa dos objetos voadores, identificados ou não.

Gif meramente ilustrativo.

Ainda que se pareçam muito, essas coisas redondas penduradas nos fios não são bolas de basquete (não me diga?). Listamos abaixo as 6 principais diferenças entre elas:

{Continue lendo...

Geral
Anônimo

Anônimo

Claro que não. Afinal, frio se resolve com cobertor e não com uma visita ao psicólogo.

Quando você está com frio, tremendo, com os dedos roxos e quase duros, sempre tem um engraçadinho pra dizer que sim. Mas a partir de hoje, quando vierem te encher o saco porque tudo o que você quer é se enrolar no seu cobertor, você poderá explicar cada detalhe a partir das informações abaixo.

Nosso corpo oscila entre 36º e 37º em temperatura ambiente. Se o meio externo estiver frio, o organismo perde calor e os músculos horripiladores, que ficam na raiz do pelo, queimam carboidratos, gorduras e calorias através dos arrepios.

Longe (ou não) de ser frescura, os pelos e os tremeliques criam uma retenção na entrada de ar da pele, protegendo o corpo. Além disso, o sangue fica concentrado dentro do organismo para produzir calor.

Se você quiser ir ao banheiro vinte vezes ao dia, não fique preocupado. O suor é eliminado em menor quantidade pela pele em dias frios, já que não há tanta perda de calor pelo corpo, apenas pela urina.

Com tanta perda de energia, é normal também que a fome aumente. Não, você não se tornou cosplay da Magali, você só precisa repor as calorias perdidas com tanta atividade corporal.

A respiração também fica mais lenta, já que os músculos recebem menos oxigênio pela redução da força das reações químicas. Assim, não precisa pensar que a idade tá chegando, são apenas os músculos produzindo ácido láctico, que é eliminado em pequenas quantidades, gerando o cansaço físico.

Pronto, agora você já pode dizer que frio não é psicológico, e que se o seu amigo não sente, ele que busque um psicólogo para cuidar das sensações dele. OPS!

Sexo
Bruna Garcia

Bruna Garcia

Segundo a terapeuta sexual Sylvia Faria Marzano, os orgasmos múltiplos são “continuações dos picos de prazer com a manutenção da excitação, sem a necessidade de intervalos entre um orgasmo e outro” - ou seja: vários orgasmos seguidos.

SOBRE ORGASMOS MÚLTIPLOS EM MULHERES - ESSAS LINDAS

Não há nenhum estudo que comprove se há predisposição biológica ou emocional e nem um guia padrão para que uma mulher possa alcançar o orgasmo múltiplo.

Para entender mais sobre o assunto, conversei com a sexóloga Walkíria Fernandes e ela foi enfática: a melhor forma de chegar a um orgasmo - seja ele múltiplo ou único, é não se preocupar com o orgasmo em si, mas focar no envolvimento durante o ato sexual.

“Se existir preocupação com o próprio desempenho sexual, a pessoa não consegue se envolver completamente na relação e acaba não alcançando o máximo da excitação. Quando a entrega e envolvimento às próprias sensações são alcançados, o orgasmo se torna possível e caso haja uma continuidade de carícias um outro orgasmo em seguida pode acontecer” - explica a especialista.

A reflexão que fica sobre o assunto é: na hora de virar os olhinhos, deixa acontecer naturalmente. ;-)

SOBRE ORGASMOS MÚLTIPLOS EM HOMENS
Infelizmente não rola. Esta é uma dádiva reservada somente às mulheres.

Um homem não pode ter vários orgasmos sem intervalos entre eles devido a um fenômeno químico chamado Período Refratário, desencadeado pela ejaculação.

De acordo com a fisioterapeuta especializada em sexualidade Débora Pádua, depois que a gente goza, o nosso cérebro é inundado de serotonina: substância química responsável pela sensação de prazer e também está ligada ao relaxamento do corpo

Essa enxurrada de serotonina manda um aviso para o corpo de que a sua missão já foi cumprida e é hora de parar. É nesse momento que a pirok perde o fôlego e não consegue continuar por motivos de: está mole.

A especialista deixa claro que este é o comportamento normal do corpo do homem, mas que há alguns casos raros de rapazes sortudos que conseguem ficar de piru duro mesmo depois de gozar.

No entanto, ainda que exista a remota possibilidade da ereção contínua, o próximo orgasmo não acontece imediatamente e depende de novos estímulos.

A ciência jamais vai conseguir me fazer desistir de tentar ter um orgasmo múltiplo. Terei prazer em continuar tentando. Literalmente. Aliás, quantos links ocultos vc encontrou no post?

Faça a sua pergunta e ajude a escolher qual deve ser a próxima respondida clicando AQUI