Geral
Charlon Sousa

Charlon Sousa

Existia um nada composto por absolutamente tudo o que não existe.

Antes do Big Bang tudo o que conhecemos estava exatamente onde sempre esteve, só que ocupando um lugar menor do que o de hoje. O que sabemos é que o Universo como conhecemos só existe dentro daquela pequena explosão de origem, tudo impresso como uma impressão digital, nossa marca de registro.

Mas curiosos como os humanos são, a busca pelo limbo fora daquele pequeno espaço parece óbvio e altamente imaginativo, e foi isso que alguns estudiosos fizeram, formulando uma verdadeira revolução sobre a existência. Continue lendo...

Geral
Anônimo

Anônimo

Por causa da relação de dominância/recessividade do nosso DNA.

Por mais que pareça oriental, a modelo e escritora @Natasha_Culzac, é uma negra caribenha sem herança genética oriental.

Como já explicamos neste post, as sardas e os cabelos cor de fogo são resultado de uma mutação genética no receptor Melanocortina-1 (MC1R), responsável pela produção de melanina, que por sua vez, define a cor de nossa pele, cabelo, olhos, etc.

Esta anomalia faz com que indivíduo produza menos eumelanina (de cor preta e marrom) e mais feomelanina (de cor vermelha ou alaranjada), dando origem ao que é chamado "rutilismo".

Para que o rutilismo se manifeste, é preciso que pelo menos um dos pais tenha a anomalia, e que o outro possua genes recessivos.

É extremamente raro que existam ruivos e loiros dos olhos puxadinhos porque, para que essas características sejam representadas na aparência, ambos os pais precisam ter no código genético os tais genes, coisa que os japoneses, coreanos, chineses, etc, não têm, se comparados aos caucasianos (grupo ao qual os ruivos e loiros pertencem).

Colaborou: Gabriela Castro


Curiosidade Oculta

Muitas pessoas por aí (inclusive asiáticas e negras) podem ter o rutilismo em seu DNA, mas ele não se manifesta nelas por conta das outras características dominantes. Isso explica porque alguns pais têm filhos ruivos, mesmo não tendo os cabelos de fogo.

Se vc encontrou a curiosidade oculta, não diga a ninguém, apenas vá aos comentários e poste: “Recessivo ou não recessivo, eis a questão”.

Geral
Anônimo

Anônimo

Um olhinho pra lá, outro pra cá. As pessoas que nascem ou desenvolvem o estrabismo possuem uma visão distorcida e duplicada.

Além de um problema estético e até social, o estrabismo traz muitas dificuldades de enxergar. A visão dupla acontece porque, para termos uma visão perfeita, com proporções e profundidades naturais, nossos olhos precisam estar alinhados entre si. O cérebro reconhece as imagens captadas pelas lentes oculares e une o que cada um dos olhos está vendo em uma coisa só.

Continue lendo...

Geral
Anônimo

Anônimo

Atualmente no Brasil existem 13 cidades que oferecem o serviço de transporte coletivo de forma gratuita. Cada uma delas funciona de uma forma diferente. Algumas possuem somente algumas linhas liberadas, enquanto em outras é tudo “free” mesmo. É isso mesmo. A gente aí sofrendo para pagar o busão nosso de cada dia enquanto uns podem andar de graça?

Qual é o segredo? Continue lendo...

Geral
Mayra Santos

Mayra Santos

Devido ao modo em que o creme dental é inserido no tubo.

Após utilizarem misturas com sal de cozinha, pimenta, folhas de menta e até fórmulas baseadas em urina, a indústria dos cremes dentais evoluiu ao ponto de agora podermos comprar pastas de dente estilosas, coloridas, com listras e até com sabores diferentes.

No caso das pastas brancas com listras coloridas, o segredo está na forma em que ela é inserida no tubo. Os cremes de cada cor se encontram em divisórias separadas e de tamanhos diferentes dentro do aplicador, sendo a do creme branco maior que as dos coloridos. O tubo então é preenchido com todas as cores sendo injetadas ao mesmo tempo, começando pela base do tubo e terminando na região da tampa.

Outro fator importante para que tudo não vire uma mistureba lá dentro é a composição química diferente de cada creme. O creme branco é levemente diferente dos coloridos, e isso aliado ao estado e viscosidade da pasta e a falta de espaços vazios para homogeneização, garantem que uma cor não invada a outra.

Dessa forma, o tubo mesmo quando é dobrado e amassado (dentro de uma certa tolerância e bom senso) permite que as cores não se misturem lá dentro, graças à engenharia envolvida na sua fabricação.