Geral
Anônimo

Anônimo

Pq ele não quer ser lavado. Uma das auto-defesas do sêmem é se tornar cada vez mais grudento em reação a líquidos ou calor, isso pq é assim que é o interior de uma vagina - molhado e quente. Esse mecanismo se deve ao fato da nossa espécie ser promíscua (calma gente).

Machos de espécies em que os casais são eternamente fiéis não têm que lidar com competição na hora de reproduzir. Todavia, nós (assim como os chimpanzés, que são mais ainda) não seguimos este padrão e muitos temos mais do que um parceiro sexual durante a vida inteira. Isso gera uma competitividade na hora de perpetuar seus genes e aí entra a evolução (esta linda), fazendo com que o saco escrotal seja maior que a média (para produzir mais sêmem) e que o esperma seja o mais grudento, para ficar colado dentro da fêmea e não perder área para um possível concorrente que venha logo a seguir.  Em algumas espécies o esperma é tão viscoso que chega a criar um tipo de tampão que quase bloqueia a entrada de outro.

É por isso que os especialistas sugerem que não se abra o olho quando o esperma cai ali acidentalmente. Segundo oftalmologistas, o ideal é retirar o máximo que puder antes de enxaguar e apesar de o olho ficar irritado, não se deve coçar. Coceira provoca lacrimejo e o sêmem fica ainda mais grudendo, lembra? Depois de tirar todo o excesso, indica-se o uso de um colírio de limpeza.

Comentários (
0
)