Geral
Sophia Tagliaferri

Sophia Tagliaferri

Porque irritamos o frênico. Entendido? Não. Então vamos lá:

Na imagem: Soluço Spantosicus Strondus III, personagem de Como Treinar o Seu Dragão

O frênico é um nervo que controla o diafragma - o músculo que separa o tórax do estômago e é responsável pela nossa respiração. Quando mandamos o diafragma se contrair - inspiramos; quando mandamos ele relaxar - expiramos. Assim segue nossa respiração de boa até que ingerimos alguma coisa meio fora do comum - muito quente, muito gelada, bebida gaseificada, muito rápido, muita comida, etc. Aí o estômago incha demais e irrita o nervo frênico, que entende que tem coisa errada rolando. Então o nervo manda o diafragma contrair involuntariamente, inalando grande quantidade de ar a fim de desimpedir o sistema respiratório. Aí entra em ação a glote, que está na nossa traquéia e bloqueia a entrada demasiada e repentina de ar. Nisso soltamos aquele "hic". E o frênio insiste e os espasmos começam.

Ainda bem que a glote bloqueia o ar, pois senão inspiraríamos tanto ar num soluço que poderíamos morrer de hiperventilação. Estudos mostram que soluçamos ainda no ventre, para prevenir que o fluido amniótico entre nos pulmões.

E também existe o soluço crônico, quando dura mais de 48 horas e é considerado uma patologia, precisando de tratamento.

Comentários (
0
)