Interessantech
Aprenda inglês vendo filmes e séries: pergunte-me como

Se você gosta de assistir filmes e séries, não tem mais desculpas para não falar inglês. E se você não gosta, que tipo de pessoa é você, meu jovem?

A bola da vez é a startup francesa Fleex, que em parceria com a Popcorn Time - conhecida como “Netflix pirata" - te ajuda a aprender inglês com legendas customizadas nas séries e filmes de maior sucesso.

QUERO AGORA! ME EXPLICA ISSO DIREITO PFVR?!?!?!

Calma, a gente explica! Na realidade é bem simples.

Os estudantes começam sempre no primeiro nível, onde são mostradas duas legendas simultâneas: sua lingua nativa e a outra em inglês. À medida que você vai se aprimorando nas falas mais simples, será mostrado somente a legenda em inglês. O intuito é utilizar cada vez menos a legenda da lingua nativa, chegando ao ponto em que nem a legenda em inglês seja mostrada.

O sistema também permite que você clique em uma palavra específica para ver a definição e salvar alguns vocabulários.

Fleex é pago e a mensalidade custa 4,90 euros (aproximadamente R$15,00) e já possui 29 idiomas, incluindo português.

Espero que outras empresas abracem a idéia com um preço justo, já que informação nunca é demais! o/

Interessantech
Pedro Augusto David

Pedro Augusto David

Era uma vez, há muitos e muitos anos, um brinquedinho muito utilizado que sobreviveu até hoje: a calculadora.

Pois é. Você aí que ama video-games, mas odeia matemática, deveria saber que graças a essa invenção, é que o seu Call of Duty veio a existir.

As calculadoras, naturalmente foram evoluindo e se transformaram em grandes e potentes computadores que, na época, só eram acessíveis aos militares.

Um belo dia, os soldados estavam lá, sem muita coisa pra fazer, e começaram a inventar formas de passar o tempo usando os computadores. Foi aí que surgiram alguns joguinhos, analógicos e muito simples. As coisas foram evoluindo e, em 1952, surgiu o primeiro jogo com gráficos, o OXO, Noughts and Crosses, desenvolvido por Alexander S. Douglas.

Esse joguinho que é basicamente o jogo da velha em um computador, não deu muito lucro, mas foi graças a ele que os videogames foram evoluindo mais e mais. Além disso, o OXO é conhecido até hoje como o primeiro vídeo game do mundo.

Agora dá licença, que a gente tem uma missão no GTA para terminar.

Qual foi o game que mais marcou/marca a história da sua vida? Pq?

Interessantech
Jr Assis

Jr Assis

Um dos principais motivos (além da possibilidade de você realmente ser feio) é a lente da câmera.

As câmeras portáteis, comumente usadas, possuem lentes com distâncias focais muito pequenas que, por sua vez, acabam distorcendo a imagem, dilatando-a. Por isso o rosto acaba ficando desarmonioso, até mesmo retorcido.

Não entendeu? A gente desenha:

Ilustração Exclusiva: Dnepwu

Outro ponto a ser levado em conta é a “plasticidade” da foto: a iluminação pode não ser favorável, a sua expressão na hora pode não ajudar e o ângulo escolhido pode não ter sido um dos melhores.

Além disso, quando o nosso cérebro analisa uma foto, imediatamente já recorda de outras imagens anteriormente vistas - inclusive dos supermodelos photoshopados das revistas. Aí a concorrência fica difícil, né?

Encontrou o gif oculto?


Interessantech
Anônimo

Anônimo

Sim, mas é muito lenta. Não por falta de tecnologia, mas pela velocidade em que a Estação Espacial Internacional orbita a Terra - 27.000 Km/h. Os astronautas recebem uma banda de aproximadamente 5 Gbps via satélite, mas a o que chega lá é algo que geralmente varia entre 56 Kbps e 256 Kbps (lembra da internet discada?). Alguns astronautas tem até contas oficiais no twitter e outras redes, onde eles mostram um pouco de como é viver no espaço. O mais famoso é o astronauta canadense Chris Hadfield, primeiro a fazer esse tipo de divulgação. Veja este videoclipe MUITO legal que ele fez com imagens diretamente do espaço:

Vale lembrar que diferente dos astronautas da Estação Espacial Internacional, cerca de 5 bilhões de pessoas na Terra ainda não tem acesso à internet. ;-|

Se vc encontrou a imagem oculta não conte a ninguém, mas responda: com esse bigodinho, o Chris não tá a cara desse cantor?

Colaborou Sidney Alves

Interessantech
Rebeca Poubell

Rebeca Poubell

Em 1945, a cientista da computação Grace Hopper não conseguia desvendar qual era o problema do Harvard Mark II, um computador de última geração da época que ocupava uma sala inteira. Olha como era lindo:


Em 9 de setembro daquele ano, Hopper descobriu qual era o problema: um inseto (bug em inglês) estava preso entre uma das peças da máquina, impedindo seu funcionamento. O bug era uma mariposa atraída pelas lâmpadas que ficavam dentro do “supercomputador.

Mas o termo nasceu muito antes da computação e acredita-se que tenha sido mais uma invenção de Thomas Edison. Uma anotação de 1878 mostra que Thomas usou a expressão para descrever um problema causado por um inseto, que invadiu uma de suas mais famosas criações, o fonógrafo.

Este post possui dois vídeos escondidos. Abrir o vídeo errado pode te fazer vomitar.
Este post possui dois vídeos escondidos. Abrir o vídeo errado pode te fazer vomitar.

Interessantech
Giovanni Giudice Calderón

Giovanni Giudice Calderón

Só se a sua TV for de Plasma. Televisores com essa tecnologia têm um problema chamado burn-in, onde imagens estáticas exibidas de forma contínua durante muito tempo, fazem o fósforo presente na composição da tela, tomar formas permanentes e deixar sombras ou "fantasmas" na imagem.

Exemplo de burn-in:
http://bit.ly/1dVzCRj
Isso pode acontecer quando vc passa horas jogando um game que tem alguma imagem constante, ou quando a tv fica ligada muito tempo em um canal que exibe seu logo no canto da tela, de forma ininterrupta. Nas telas de Plasma mais modernas, este problema é quase imperceptível. De qualquer forma, neste caso a culpa não é do videogame, é da tecnologia da TV.

"Mas interessante, essa história de que o videogame estraga a tv existe antes da TV de Plasma!" É verdade. Talvez isso tenha surgido da lógica de que tudo que é muito usado, um dia estraga. Com o crescimento da industria de games, as televisões passaram a funcionar por muito mais tempo e acabavam estragando mais rapidamente. Há duas outras possibilidades de origem desse mito: 1) A sua mãe queria assistir a novela dela e disse isso pra vc ir pro quarto chorar; 2) Alguma criança espertalhona inventou isso para convencer os pais a comprar uma TV só pra elas. Mas tirando o burn-in das telas de plasma, o videogame não prejudica em nada o funcionamento da TV. Pode jogar sem culpa.

RESUMINDO: A TV só quebra se vc jogar o controle do videogame nela.

Interessantech
João Pedro Recio Silva

João Pedro Recio Silva

Por causa do sangue nos olhos.

Logo que foram lançadas as primeiras câmeras fotográficas coloridas com flash, os casos de olhos vermelhos começaram a se popularizar. Com isso, espalhou-se por aí que quem saía assim nas fotos, estava possuído por um espírito maligno ou que tinha pacto com o tinhoso. Há até casos de pessoas que procuraram rituais de exorcismo e outras técnicas espirituais para tirar o diabo do corpo. Mas logo veio a ciência (esta linda) e desmentiu tudo com uma informação esclarecedora: literalmente!

A claridade do flash revela o óbvio: todos nós temos sangue nos olhos. O olho funciona como uma espécie de câmara escura com um buraco interno - a pupila - que aumenta no escuro e diminui com a iluminação intensa. Quando recebemos um flash, a pupila não estava preparada pra isso e diminui rapidamente, de forma que o sangue dos nossos olhos aparece por um pequeno momento.

Pra solucionar esse problema, muitas máquinas fotografias estão vindo com flash duplo. O primeiro flash serve pra nossa pupila diminuir rapidamente e se acostumar com a luz e segundo é para a fotografia em si, sem sem mostrar o sangue nos olhos.

*Atualizado em 06/02/2014 com a colaboração do leitor Diogo Simões

Interessantech
Gabriel Martins

Gabriel Martins

Significa World Wide Web, que em livre tradução para o português significa "rede de alcance mundial". O www surgiu entre os anos 80 e 90 para integrar a grande maioria das informações disponíveis na internet de uma forma simples em diferentes plataformas. O criador deste conceito é o britânico Sir Tim Berners-Lee, físico e cientista da computação que atualmente é professor do MIT e comanda vários projetos de pesquisa.


Quem quiser, pode segui-lo no twitter.