Instagram

Um novo estudo feito com 450 mulheres, diz que em geral, as mulheres que meditam têm uma qualidade de vida sexual melhor.A pesquisa comparou três grupos de mulheres, que tinham entre 19 e 70 anos de idade. Elas responderam sobre vários detalhes de suas vidas sexuais: com que frequência sentiam desejo, o quão satisfeitas elas estavam com suas relações, se tinham orgasmos e lubrificação natural durante os encontros.

O estudo mostrou uma forte relação entre as pessoas que meditavam e a qualidade da sua vida sexual. O que surpreendeu os pesquisadores, é que não fazia diferença se a pessoa praticava a meditação há meses ou há anos – as novatas tinham tanta vantagem sexual quanto as meditadoras mais experientes.

Essa relação fica bastante óbvia quando olhamos para a outra descoberta do estudo: a saúde mental, em geral, é intimamente correlacionada com o desejo sexual. Se algo não está bem na cabeça, é difícil manter uma vida sexual funcional. E os benefícios da meditação para a saúde mental já são bem conhecidos.

O que prova que o bem estar e o sexo caminham juntos, não só para promover o prazer mas a conexão com o próprio corpo.

O estudo foi realizado pela Universidade de Brown.

Fonte

Comentários (
0
)