Instagram

Segundo estudo da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, o abraço é capaz de prevenir doenças relacionadas ao estress e diminuir as chances de contrair infecções.

Os pesquisadores da universidade, liderados pelo professor de psicologia da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da CMU Sheldon Cohen, analisaram 404 adultos saudáveis e, por meio de entrevistas telefônicas realizadas em 14 noites consecutivas, verificaram a frequência de conflitos interpessoais e abraços diários.

Após a fase de questionários, os entrevistados foram expostos intencionalmente ao virus da gripe, colocados em quarentena e passando a ser monitorados para ver se desenvolveriam sinais da doença.

As pessoas que receberam mais abraços e apoio de pessoas de confiança não desenvolveu sintomas da gripe. Outros infectados que mantinham uma maior frequência de abraços tiveram sintomas de gripe menores.

Fonte

Comentários (
0
)