Instagram

Você é daqueles que quando tem que fazer alguma coisa já pensa duas vezes e se puder não fazer vai lá e não faz? É a hora que a preguiça reina, mas ser preguiçoso não é de todo mal.

A Universidade da Costa do Golfo da Flórida explica que, os inteligentes, para compensar o esforço e o sacrifício de tanto pensar, reduzem a cota de atividade física diária.

Pesquisadores selecionaram 30 estudantes quem "pensavam demais" - escolhidos por meio de um teste preliminar - e analisaram junto a outros 30 estudantes que evitavam ao máximo o ato de pensar.

Os 60 estudantes colocaram um acelerômetro no pulso durante sete dias. De segunda a sexta, os “pensadores” realizavam muito menos atividade física que os “não pensadores”, só durante o fim de semana o esforço físico de ambos os grupo se igualava.

Se o sofá te chamar, a cama não deixar você sair, aquela série tiver que ser maratonada num sábado a tarde, mesmo com um monte de atividades para ser feita, você já tem uma desculpa para quem chamá-lo de "preguiçoso".

Fonte

Comentários (
0
)