Instagram

Entre 1960 e 1985, o PIB dos países onde o pênis médio é pequeno cresceu mais que o PIB dos países "bem-dotados".

Cada centímetro a menos gera um aumento de 5% a 7% no crescimento econômico segundo estudo feito por pesquisadores da Universidade de Helsinque (Helsink Center of Economic Research).

Os pesquisadores supõem que, como pênis grande e salário alto contribuem para a autoestima homem, quem não tem o primeiro se esforça mais para conseguir o segundo.

Vale lembrar que a o tamanho médio de um pênis, segundo levantamento britânico feito com 15.521 homens, tem o comprimento flácido de 9,16 centímetros e, esticado, 13,24 centímetros. Já o tamanho médio do órgão sexual masculino ereto é 13,12 centímetros. A circunferência média do pênis flácido é de 9,31 centímetros e ereto 11,66 centímetros.

Fonte

Comentários (
0
)