Instagram

Pesquisadores de um estudo publicado na revista científica Plos One concluíram, depois de observar 8 mil homens que viveram entre 1900 e 1916 na ilha de Oahu, no Havaí, que o gene FOXO3 que favorece a longevidade foi encontrado com mais frequência em baixinhos (abaixo de 1,6 metro de altura). O gene FOXO3 também produz menos insulina, fazendo com que a incidência de câncer seja menor.

Pesquisadores da Albert Einstein College of Medicine estudaram cerca de 145 mil mulheres e "confirmam a associação de altura com risco de todos os tipos de câncer”. Ou seja, pessoas mais altas são mais propensas a desenvolverem qualquer tipo de câncer.

Fontes: 1 e 2

Comentários (
0
)