Esporte

Histórico do confronto de Vitoria x Atlético Mineiro confira! #JogaNoGoogle

  • De 1972 a 2018, considerando o ""Brasileiro Unificado"" são 47 jogos.
  • O primeiro jogo foi em 1972 e o Galo venceu por 5 x 0.
  • O Atlético Mineiro marcou 75 gols e o Vitória apenas 48...
  • O maior tabu - jogos consecutivos sem perder - é 7 para o Galo.
  • Quem mais venceu? O Galo venceu 22 vezes, o Vitória apenas 11 e ao todo foram 14 empates.
  • Só que nos últimos 5 jogos foram 2 vitórias do Atlético Mineiro, 2 do Vitória e 1 empate.

Para acompanhar seu time do coração ao vivo, procure por ele no Google, ative a notificação e acompanhe em tempo real o placar e as informações da partida. #JogaNoGoogle

Foto : Bruno Cantini / Atlético

Fontes: 1 e 2

Esporte
Goleiro dá entrevista com jogo em andamento e toma gol logo depois

Jogadores concedem entrevistas no meio de uma partida de futebol. Nesse caso, não no intervalo entre os tempos, mas com a bola rolando. Aconteceu em 1º de agosto, em Atlanta, em um amistoso entre a Seleção da MLS (a liga dos EUA) e a Juventus, da Itália.

Aos 18 minutos e meio do primeiro tempo, durante a transmissão, o comentarista Taylor Twellman, da ESPN, fez contato com o goleiro americano Brad Guzan, da equipe americana. Como isso foi possível? Guzan estava usando um microfone e um fone de ouvido.

Com a Seleção da MLS no ataque, Twellman questionou o camisa 1 sobre sua confiança em jogar com os pés. “Nós começamos a jogar desde trás. Tata [Martino] nos incentiva a manter a posse da bola”, respondeu Guzan, citando o técnico argentino do Atlanta United.

Guzan subitamente interrompeu a conversa, incentivando e repreendendo sua equipe aos berros, pois a Juventus tinha recuperado a bola. O time logo parou a jogada com uma falta. Em seguida, Guzan disse para a emissora: “Desculpe, rapazes, estou gritando nos seus ouvidos”.

A entrevista teve uma breve sequência. “Está tudo bem. Brad, em uma escala de zero a dez, o quanto é difícil falar com a gente usando esse equipamento? Agradecemos por estar conosco.” Guzan disse que era “um prazer” falar ao vivo durante o jogo

Curiosamente, apenas 23 segundos depois da interrupção do contato, Guzan levou um gol, feito de cabeça pelo atacante Favilli. O goleiro não falhou no lance. Mas será que a conversa não tirou a concentração do arqueiro na jogada?

Há uma outra pergunta: as regras do futebol permitem que um jogador use esse tipo de equipamento? A Regra 4, que trata do uniforme, diz: um jogador não pode estar equipado com, ou vestir qualquer coisa, que seja perigosa para ele ou para outro jogador. O que você acha da ideia?

Fonte

Esporte
Nem Brasil, nem Argentina, camisa mais vendida do Mundial é da Nigéria

Com o lançamento das camisas de Irã e Marrocos, todos os times já apresentaram os seus “fardamentos” para o Mundial de 2018 – a maioria deles feitos por Nike ou Adidas. A mais cara é a do Brasil, embora os consumidores do mundo todo reclamem que os preços estão bem mais salgados na comparação com 2014.


Como muitas das camisas foram lançadas perto do Mundial, várias delas ainda não estão à venda. A reserva pela Internet tem sido o instrumento para medir as vendas e descobrir qual das 32 camisas da Copa é a preferida do público. Para surpresa de muitos, a camisa mais vendida não é de nenhuma das seleções favoritas para conquistar a Copa.

O uniforme mais vendido, acredite se quiser, é a camisa 2 da Nigéria. A camisa é branca com ziguezague em verde e preto causou furor no mundo todo. A combinação de beleza e exotismo fez a camisa ganhar o coração dos colecionadores de uniformes. O uniforme sequer foi lançado, mas já tem mais de 3 milhões de pedidos nas lojas virtuais em todo o planeta.

Fonte: MKT Registrado