Geral
Larissa Sousa

Larissa Sousa

Não há consenso entre os historiadores sobre a origem do termo.

A conexão entre chifre e pessoa traída é tão antiga que existem diversas especulações, algumas envolvendo associações com o mundo animal, outras com tradições passadas e até com religião.

Listamos abaixo as teorias mais citadas por aí sobre o surgimento do termo:

Origem religiosa

Teoria do satanás: Nesta teoria diz-se que o termo surgiu devido à figura do próprio capeta. O homem possuidor de chifres viria da associação com a figura do demônio, que no catolicismo medieval era tido como uma criatura de aspecto humano, porém com chifres. Sendo o adultério algo contra os mandamentos de Deus, o homem que o praticasse recebia essa assemelhação com o tinhoso.

Neste caso, porém, quem recebia os chifres era o adúltero e não o marido traído.

Origem animal

Teoria do boi: Alguns dizem que a associação vem do boi, pelo fato de a fêmea não se sentir presa a apenas um macho. Outros citam o fato do boi possuir um domínio territorial e que, quando perde uma disputa com outro boi (levando chifradas), acaba ficando sem seu território e consequentemente sem as vacas de lá.

Teoria dos animais chifrudos: Essa teoria cita os casos das fêmeas de animais chifrudos em geral, que geralmente vivem ao redor de um macho único, o "líder". Quando este macho perde a fidelidade da fêmea ele fica revoltado e passa a deixar sempre os chifres em posição de ataque, dando chifrada no primeiro que aparecer pela frente.

Origem histórica

Teoria da idade média: Alguns países na idade média tinham como lei o fato de que se um marido flagrasse o adultério de sua esposa e o adúltero não fosse um nobre, ele deveria matar seu desafeto e em alguns casos até a própria esposa. Caso ele não cumprisse com isso deveria então usar em público uma espécie de chapéu com chifres, para que todos soubessem que não honrou com sua "condição de homem".

Teoria da porta: Em algumas cidadezinhas, quando um homem chegava à casa de sua amante havia um combinado entre eles, que era a amante deixar chifres na porta para avisá-lo caso o marido estivesse em casa.

Teoria da porta só que ao contrário: Em outras cidadezinhas que não as da teoria acima provavelmente, havia o costume de que se alguém soubesse de algum caso de traição, este alguém colocava chifres na porta do traído para avisá-lo sobre o adultério.

Teoria da lenda dos cornos: Segundo a teoria o termo surgiu de uma lenda na qual a pessoa traída começava a sentir dores na região da testa, e de lá surgiriam cornos que cresceriam na sua fronte.

Cinema
Os 10 melhores filmes de super-heróis da história do cinema

Na última lista relembramos os 10 piores filmes da história do cinema, e após tanto ódio exalado tanto no post como nos comentários, chegou a hora de relembrarmos os 10 MELHORES filmes do gênero. Nem todos se deram super bem nas bilheterias, com a crítica e com o público ao mesmo tempo, mas com certeza em algum aspecto foram muito bem sucedidos, tendo pelo menos algum deles espaço eterno em nossos corações. Esperamos que neste ano repleto de lançamentos, os filmes sejam tão bons quanto os listados abaixo:

10 - Homem-Aranha 2 (2004)

Semanas em cartaz: 20

Custo de produção: US$ 200 milhões

Arrecadação mundial: US$ 783 milhões

Considerado por muitos o melhor filme do herói aracnídeo. No filme o foco está nos conflitos internos de Peter Parker e na discussão sobre o que é ser um herói ou não. Além de receber boas críticas também se deu bem nas bilheterias, recebendo mais que o triplo do custo de produção.

9 - Corpo Fechado (2000)

Semanas em cartaz: 18

Custo de produção: US$ 75 milhões

Arrecadação mundial: US$ 248 milhões

Um homem "fracassado" que descobre ter super-poderes e com a ajuda do filho decide combater o crime. Este filme, que tem no elenco Bruce Willis e Samuel L. Jackson, não é tão conhecido mas foi muito bem aceito pela crítica e público. Nele temos um herói diferente dos convencionais atuais, que utiliza uma capa de chuva como a única proteção contra sua maior fraqueza.

8 - Capitão América 2: O Soldado Invernal (2014)

Semanas em cartaz: 18

Custo de produção: US$ 170 milhões

Arrecadação mundial: US$ 713 milhões

A boa mistura de ação, trama e belas atuações tornam esse filme num dos melhores da Marvel. Lançado em 2014, conseguiu ótima receita e simpatia do público, e além de respeitar os quadrinhos soube equilibrar bem a relação entre o personagem solo com os outros filmes da Marvel.

7 - Superman (1978)

Semanas em cartaz: 3

Custo de produção: US$ 55 milhões

Arrecadação mundial: US$ 300 milhões

Foi a primeira grande produção protagonizada por um super-herói dos quadrinhos, onde é mostrada toda sua origem em detalhes. Mesmo os efeitos especiais estando bem ultrapassados hoje em dia, é ainda um grande filme e traz um dos tidos como o melhor Superman de todos, o ator Christopher Reeve.

6 - Homem de Ferro (2008)

Semanas em cartaz: 22

Custo de produção: US$ 140 milhões

Arrecadação mundial: US$ 585 milhões

A grande química de Robert Downey Jr. como o personagem Tony Stark e as diversas cenas empolgantes de ação do filme, além de fazer com que fosse muito bem recebido pelo público tornou Ironman um dos mais populares entre os heróis da Marvel.

5 - X-Men Primeira Classe (2011)

Semanas em cartaz: 17

Custo de produção: US$ 160 milhões

Arrecadação mundial: US$ 353 milhões

Um filme com ótimo elenco, grandes atuações e direção, que além de mostrar os X-Men como eles são, envolve vários conceitos morais no seu enredo e possui até Kevin Bacon como um ótimo vilão (sim). Após alguns fracassos anteriores, o filme reergueu a franquia e foi relativamente bem nas bilheterias.

4 - Watchmen (2009)

Semanas em cartaz: 12

Custo de produção: US$ 130 milhões

Arrecadação mundial: US$ 185 milhões

Um dos filmes mais fiéis aos quadrinhos que já foi produzido nos cinemas. Ele é baseado numa das HQ's mais premiadas e ainda evolui em alguns pontos falhos dela. Por se tratar de um filme denso e também à sua longa duração, não fez grande sucesso nas bilheterias, mas é sem dúvida um dos preferidos dos fãs de HQ.

3 - Guardiões da Galáxia (2014)

Semanas em cartaz: 25

Custo de produção: US$ 170 milhões

Arrecadação mundial: US$ 774 milhões

O filme mais recente dessa lista. Guardiões da Galáxia surgiu sem expectativas, onde poucos conheciam esse universo, inclusive entre os próprios fãs de quadrinhos. Com boas atuações e personagens super cativantes, além de todo o visual, trilha sonora e ótimas cenas de ação, o filme logo caiu nas graças do público e da crítica. E caiu tanto que mereceu até o nosso terceiro lugar.

2 - Vingadores (2012)

Semanas em cartaz: 22

Custo de produção: US$ 220 milhões

Arrecadação mundial: US$ 1.5 bilhões

Um filme que já foi preparado pra ser um enorme sucesso anos antes de ser lançado, e que deu certo. A junção de heróis já consagrados e conhecidos pelo público num só filme fez com que a bilheteria explodisse, deixando esse blockbuster com a terceira maior receita da história do cinema, atrás apenas de Avatar e Titanic.

1 - Batman The Dark Knight (2008)

Semanas em cartaz: 33

Custo de produção: US$ 185 milhões

Arrecadação mundial: US$ 1 bilhão

Uma obra prima que trouxe Heath Ledger como Coringa, o melhor vilão que os filmes de super-heróis já tiveram, e que se sobressai diante do próprio Batman. Um filme sombrio que acabou até transformando o estilo dos filmes de super-heróis atuais e que conquistou crítica, público, fãs de quadrinhos e inclusive os que ainda não conheciam muito o universo. E além de toda essa importância no mundo cinematográfico, se tornou muito bem sucedido nas bilheterias.

Concorda? Discorda? Diga nos comentários os filmes que deveriam ter entrado nessa lista, os que não mereciam estar nela, e também sugira outras listas que deseja ver por aqui. Mas lembre-se sempre que: com grandes comentários, vem grandes responsabilidades.

Geral
Vanessa Maciel

Vanessa Maciel

Por carinho e para ficarmos impregnados com o cheiro deles.

Em muitas de suas esfregadas, sejam em pessoas, objetos ou até outros gatos, eles estão na verdade se comunicando. Os felinos possuem glândulas na região da testa, ao redor dos lábios, nas patas e nas laterais do corpo que secretam feromônios, que atuam como uma espécie de "comunicadores químicos".

Os feromônios são únicos, como a nossa impressão digital, cada gato tem o seu. As glândulas da face secretam substâncias com efeito calmante para eles. Se esfregando, o gato liberta secreções dessas glândulas e deixa o seu odor impregnado na pessoa ou objeto, marcando-o como seu território. Esta secreção é limpa e indetectável ao olfato humano. É uma forma do gato demonstrar que aquele local, objeto, animal ou pessoa é de sua posse. E você pensando que era o dono dele...

O próximo gato que passar pelo local provavelmente irá parar, cheirar, e identificar se o cheiro é de um gato conhecido, quando ele esteve por ali, em que direção estava se dirigindo e podendo até perceber se estava de bom humor.

Continue lendo...

Geral
Anônimo

Anônimo

Elas surgem por causa dos melanócitos, e são um câncer! Mas calma, é benigno!

Existe uma camada mais fina da pele, a mais externa, chamada epiderme. E logo abaixo dessa camada temos as células que produzem a melanina, é a melanina que dá cor à nossa pele. Acontece que em algumas pessoas esses melanócitos se aglomeram em pequenas regiões abaixo da epiderme, o que provoca essa coloração mais escura a que chamamos de "pinta". Duas causas são mais comuns entre os pesquisadores, a carga genética de cada pessoa, ou seja o histórico familiar de pintas, ou a exposição contínua ao sol. As pintas não tem idade para aparecer, elas podem começar a surgir até os 2 primeiros anos de vida, e começam a estabilizar próximo aos 30 anos. Apesar de ser um tipo de câncer benigno, é importante ficar de olho em todas as suas pintas, porque em alguns casos elas podem se transformar em um câncer de pele.

Para ver o nível da gravidade de sua pinta, é só seguir a regra do ABCD. Analise a sua pinta e fique de olho nos seguintes itens:

Assimetria: uma metade da pinta é diferente da outra. As pintas benignas normalmente são arredondadas.
B
orda irregular: contornos mal definidos.
Cor variável: muitas tonalidades numa mesma lesão (preta, castanha, branca, vermelha, azulada).
D
iâmetro: maior que 6,0 mm/ (diâmetro de um lápis).

Em caso de dúvidas, consulte um médico!