Geral
R$ 1 bilhão achado no lixo: empreendedor fica rico com logística de reciclagem

Todo processo produtivo gera lixo. A partir disso, o empresário americano Nate Norris teve uma ideia de negócio: conectar empresas de reciclagem a companhias que geram lixo. Batizada de Rubicon Global, a startup foi lançada em 2009 e cobra uma taxa mensal dos transportadores de lixo que usam o aplicativo. A ideia parece simples, né? Mas em 2017, a Rubicon faturou espantosos R$ 1 bilhão.

Continue lendo...

Instagram

Como você toma seu café? Expresso, curto, longo, tipo americano, pingado, machiatto, irlandês, árabe, cappucinno, mocha...

Segundo pesquisa, o café é a segunda bebida mais consumida do Brasil, perdendo apenas para a água.

A pesquisa foi realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Café – Abic, em parceria do Consórcio Pesquisa Café e coordenado pela Embrapa Café.

Fonte

Geral
Cientistas britânicos descobrem como prevenir leucemia infantil: uma das causas é higiene excessiva

Todo ano, ocorrem 13 mil novos casos de câncer infantil no Brasil e 30% deles são leucemia. Por décadas, cientistas tentaram descobrir possíveis causas ambientais para que os bebês desenvolvessem uma doença tão grave. Agora, cientistas britânicos acharam os culpados pelo desenvolvimento da leucemia linfoblástica aguda - e o excesso de higiene na primeira infância é uma dessas causas, dizem os pesquisadores. Continue lendo...

Geral
Pais americanos entram na Justiça para obrigar filho de 30 anos a sair de casa - e vencem

Christina e Mark Rotondo tomaram uma medida extrema para obrigar o filho Michael Rotondo, de 30 anos, a sair de casa: eles o processaram. Segundo o processo, ele não ajudava com as despesas nem com as tarefas domésticas e, desde o início de fevereiro, recebeu cinco cartas de despejo. Michael voltou a morar com os pais há oito anos, desde que ficou desempregado - hoje ele administra um site. Continue lendo...

Geral
Falta de sono deixa mães mais permissivas

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Illinois (EUA), mulheres com maior privação de sono tendem a ser mais permissivas com os filhos. É um dado importante sobre uma época na qual os jovens precisam de limites bem definidos e disciplina. Com sensores, o estudo monitorou o sono de 234 mulheres durante uma semana.

Para saber os níveis de permissividade e de autoridade das mães, os cientistas aplicaram questionários nos filhos dessas mulheres. Os resultados revelaram que, quanto menos dormiam, mais as mães diziam "sim" às vontades dos adolescentes. Mães afro-americanas de menor renda dormem pior, talvez por conta do excesso de trabalho e falta de ajuda dos parceiros.

Fonte: UOL

Geral
Fim do mistério: Hitler se suicidou em Berlim com cianeto e um tiro em 1945

A morte de Adolf Hitler sempre foi cercada de teorias da conspiração. Houve quem jurasse de pé junto que o ditador nazista fugiu para a América do Sul, entre outras. Agora, 73 anos depois da morte de Hitler, uma equipe de legistas franceses pôs fim ao mito e confirmou a versão dos livros de História: o alemão se suicidou com um tiro na cabeça e uma cápsula de cianeto, junto com sua companheira, Eva Braun. Os restos mortais de Hitler estão em Moscou desde 1946.

Continue lendo...

Instagram

O abraço é um gesto, além de muito gostoso de dar e receber, segundo a ciência, que faz muito bem para a nossa saúde. Uma pesquisa feita pelo professor de Psicologia Sheldon Cohen da Carnegie Mellon University (EUA) comprovou que o abraço protege dos efeitos do estresse, da depressão e da ansiedade.

O estudo foi publicado pela revista Psychological Science, mas a gente sabe que não é necessário nenhuma pesquisa, estudo ou ciência para afirmar o quanto é bom aquele abraço na hora certa.

Fonte

Instagram

500 mil letras de músicas lançadas nos últimos 30 anos foram analisadas pela University of California at Irvine. O estudo concluiu que as músicas pop estão cada vez mais tristes. As letras analisadas continham menos emoções positivas e mais sentimentos de solidão e isolamento social.

Natalia L. Kamarova, co-autora do estudo, revelou: "A felicidade está diminuindo, o brilho está diminuindo e a tristeza vem aumentando, porém ao mesmo tempo, as músicas estão se tornando mais dançantes. Parece que, enquanto o humor tem se tornado menos feliz, as pessoas parecem querer esquecer tudo e dançar".

O Top 10 da Billboard de 2014 é um retrato desta pesquisa, em primeiro lugar a música mais dançante do ano, 'Happy' de Pharrell Williams e na segunda colocação a também contagiante, mas não tão ""feliz"", 'Dark Horse' de Katy Perry.

Fonte

Instagram

Um estudo publicado pela Revista Proceedings da National Academy of Sciences concluiu que pessoas que conheceram o cônjuge on-line disseram ter o casamento mais satisfatório do que aquelas que iniciaram um relacionamento off-line.

Além disso, os casamentos que começaram on-line são menos propensos a terminar em separação ou divórcio. Então, ter uma grande história de amor para contar, dizendo à todos que conheceu a pessoa amada numa linda viagem pelas ilhas Maldivas não é vantagem alguma.

Fonte